PERDA

Dom Fernando Saburido cobra medidas para evitar mortes por deslizamento de barreira após tragédia em Jaboatão

Dom Fernando Saburido foi até o local onde quatro pessoas de uma mesma família morreram após um deslizamento de barreira

Dom Fernando Saburido cobra medidas para evitar mortes por deslizamento de barreira após tragédia em Jaboatão

Dom Fernando Saburido foi até o local da tragédia, em Cavaleiro, para prestar solidariedade aos familiares das vítimas - Foto: Tião Siqueira/ JC Imagem

O arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, acompanhou, neste sábado (15), o trabalho de buscas pelos corpos de pai e filha que estavam soterrados após um deslizamento de barreira, em Cavaleiro, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife. Ele cobrou medidas para evitar tragédias como essa. 

"O que me preocupa bastante é a situação dos demais membros da população, que moram no em torno da casa que foi destruída, sobretudo no alto da barreira. Essas casas estão ameaçadas. É preciso que o governo tenha a preocupação de encontrar uma solução para isso. Que todos, governos estadual e municipal, possam se mobilizar para atender essa comunidade de uma maneira eficaz, porque o inverno está praticamente começando e outras chuvas virão. Não podemos correr o risco de ter outras perdas", disse.  

 

>> Deslizamento de barreira em Jaboatão: Pai e filha morreram abraçados

>> Corpos de pai e filha soterrados após deslizamento de barreira em Jaboatão são encontrados

>> Conheça a família que foi soterrada durante deslizamento de barreira em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife

 

Solidariedade às famílias

Dom Fernando comentou que a presença dele e do bispo auxiliar Dom Limacêdo Antônio teve o intuito de levar conforto e solidariedade aos familiares. No entanto, a dor da perda foi maior do que o poder das palavras dos religiosos. "Viemos aqui para trazer a nossa palavra de apoio, o nosso lamento depois da situação tão dura que a família está passando. Tive a oportunidade de conversar com alguns membros da família, e a dor é muito forte. Não encontramos palavras que possam consolá-los. De repente, uma família vai embora. Quatro pessoas: os pais e dois filhos. Isso é muito doloroso", lamentou. 

O arcebispo garantiu que a Arquidiocese vai intensificar as ações para ajudar no mínimo necessário para evitar que famílias que vivem em situação de risco passem por uma tragédia semelhante. 

Relembre o caso

Na última quinta-feira (13), por volta das 18h30, um deslizamento de barreira, no bairro de Cavaleiro, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, atingiu a casa da família composta por quatro pessoas: Osvaldo Pessoa de Siqueira, de 39 anos, a esposa dele Sílvia Regina da Silva, de 36 anos, a filha do casal Isabeli Pessoa de Siqueira, 11 anos, e o outro filho do casal, Otávio Pessoa de Siqueira, de 16 anos.

Ao longo da quinta-feira (13), choveu muito no Grande Recife e a barreira não suportou o volume de águas. 

Cães farejadores e uma retroescavadeira foram usados para ajudar nas buscas. O corpo do adolescente foi encontrado ainda na noite da quinta-feira. A mãe das crianças foi encontrada sem vida na sexta-feira (14). Já os corpos de pai e filha foram achados na manhã deste sábado. Os dois morreram abraçados no sofá de casa

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.