PANDEMIA

Em Pernambuco, 15.807 vidas já foram perdidas para a covid-19

SES-PE confirmou laboratorialmente 65 novas mortes por covid-19, neste domingo (30)


Em Pernambuco, 15.807 vidas já foram perdidas para a covid-19

Neste domingo (30) foram confirmadas laboratorialmente 65 novas mortes por covid-19 - Foto: Reprodução/TV Jornal

Em novo boletim, divulgado neste domingo (30), a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou mais 2.168 casos da covid-19. Entre os confirmados hoje em Pernambuco, 205 (9%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.963 (91%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 481.070 casos confirmados da doença, sendo 44.703 graves e 436.367 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Além disso, o boletim registra um total de 400.592 pacientes recuperados da doença. Destes, 25.774 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 374.818 eram casos leves.

 

>> Ter plano de saúde não garante leito de covid-19, explica presidente do Sindicato dos Hospitais de Pernambuco

>> Covid-19 em Pernambuco: Para continuar salvando vidas, precisamos de uma melhoria do comportamento da população, diz Longo

 

Mortes por covid-19

Também foram confirmadas laboratorialmente 65 novas mortes por covid-19 (35 masculinos e 30 femininos), ocorridos entre os dias 12/09/2020 e 28/05/2021. Com isso, o Estado totaliza 15.807 mortes pela doença.

Os pacientes tinham idades entre 37 e 96 anos. As faixas etárias são: 30 a 39 (2), 40 a 49 (9), 50 a 59 (16), 60 a 69 (21), 70 a 79 (4), 80 ou mais (13). Do total, 44 tinham doenças preexistentes: doença cardiovascular (21), diabetes (23), hipertensão (13), obesidade (5), doença respiratória (1), doença renal (2), doença neurológica (1), histórico de AVC (1) - um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Os demais seguem em investigação.

 

>> Praias em Pernambuco serão fechadas? E as escolas e igrejas? Veja o que funcionamento durante decreto

>> Secretário de Saúde nega falta oxigênio em Pernambuco e Paulo Câmara anuncia fornecimento de gases hospitalares

 

Cremepe fala em exaustão dos profissionais de saúde

O Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) emitiu uma nota, neste domingo (30), revelando preocupação com o "aumento exponencial de casos e mortes pela covid-19" no Estado nas últimas semanas e pedindo a adoção de medidas restritivas mais rigorosas para conter a doença. 

O Cremepe destaca ainda a exaustão dos profissionais de saúde. "Os médicos e demais profissionais de saúde estão atuando quase no limite de sua capacidade física e mental. São 14 meses de dedicação integral para salvar vidas. Há exaustão, cansaço e desesperança, refletidos no rosto de cada profissional", diz a nota. 

Veja:

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.