PANDEMIA DO NOVO CORONAVíRUS

Igreja Universal promove culto clandestino e é autuada em Caruaru; Com chegada de fiscais, fiéis se evadiram do local, diz procon

Decreto do governo estadual proibe realizações de cultos, mesmo assim, pelo menos 30 fiéis estavam no culto da Igreja Universal

Igreja Universal promove culto clandestino e é autuada em Caruaru; Com chegada de fiscais, fiéis se evadiram do local, diz procon

Igreja Universal foi autuada em Caruaru - Foto: Divulgação/Procon

Uma unidade da Igreja Universal foi autuada na noite dessa sexta-feira (11), em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. De acordo com o Procon do Estado, pelo menos 30 pessoas participavam de um evento dentro da igreja de forma clandestina, uma vez que um decreto estadual impede o funcionamento de igrejas por causa da pandemia do novo coronavírus. 

"No Centro de Caruaru, a Igreja Universal estava funcionando de portas fechadas com mais de 30 fieis. Na chegada dos fiscais, muitos portavam as máscaras e se evadiram em instantes do local. Havia crianças e idosos. A igreja foi autuada pelo órgão e terá que responder administrativa sobre o caso", explicou o Procon por meio de nota. 

Além de fiscais do Procon, a Polícia Militar também participou da operação. 

Outros estabelecimentos

Além da Igreja Universal de Caruaru, outros estabelecimentos também foram autuados nessa sexta-feira. Confira nota na íntegra:

"Na noite desta sexta-feira (11), véspera do dia dos namorados, equipes do Procon Pernambuco participavam simultaneamente de fiscalizações conjuntas na RMR e no Agreste, quando identificaram um estabelecimento religioso e um restaurante descumprindo as normas do decreto do Governo do Estado atualmente vigente. 

No Centro de Caruaru, a Igreja Universal estava funcionando de portas fechadas com mais de 30 fieis. Na chegada dos fiscais, muitos portavam as máscaras e se evadiram em instantes do local. Havia crianças e idosos. A igreja foi autuada pelo órgão e terá que responder administrativa sobre o caso. 

Também com 30 pessoas no estabelecimento, o restaurante Antiquário nas Graças, no Recife, foi autuado e interditado por irregularidades no horário de funcionamento e por promover aglomeração. Passava das 20h quando os fiscais chegaram ao local. 

Em Casa Forte, na Zona Norte, o restaurante Hakkai foi autuado por funcionamento pós horário permitido. O responsável pelo restaurante foi orientado a fechar em virtude do decreto estadual.

As operações, tanto no Recife como no Agreste, contam com o apoio das gestões locais, da Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa), da Polícia Militar e Corpos de Bombeiros. 

O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, ressalta da importância da população no cumprimento das medidas. “É inadmissível que por mais que anunciamos a situação que estamos vivendo, cidadãos continuem a descuidar das proteções contra a covid-19. Essa é luta conjunta, todos precisam entender a necessidade de se cumprir as normas”, finaliza.

Comercio - Na manhã deste sábado (12), duas lojas no Centro Comercial de Casa Amarela foram identificadas descumprindo as medidas de proteção, foram elas: A loja Tropical, que foi autuada; e a Lojas Cattan, que foi autuada e interditada. Já em Belo Jardim, a loja Magazine Luiza foi interdita pelo órgão. Todas, funcionavam sem que fossem serviço permitidos durante a quarentena", disse o Procon. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.