PANDEMIA

Com a chegada do fim de semana e com novo decreto, o que pode e o que não pode abrir em Pernambuco?

Confira lista de como está o funcionamento do comércio varejista, praias, shoppings em Pernambuco até 4 de julho


Com a chegada do fim de semana e com novo decreto, o que pode e o que não pode abrir em Pernambuco?

Confira lista de como estão o funcionamento do comércio varejista, praias, shoppings em Pernambuco até 4 de julho - Foto: Jailton Junior/ JC Imagem

Diante do novo decreto estadual e com a chegada do final de semana, é bom ficar atento ao que abre e fecha nas regiões de de Pernambuco devido às medidas restritivas as atividades econômicas anunciadas pelo Governo de Pernambuco. Desde a última segunda-feira (21) até o dia 4 de julho, o funcionamento de alguns segmentos e atividades econômicas, como o comércio varejista de bairro e de centro; serviços de alimentação; academias e similares; praias/comércio de praias/ciclofaixas e calçadões, escolas e universidades entre outros, foram retomados. A reportagem da TV Jornal, listou o que pode e o que não pode fazer no Estado até o dia 4 de julho.

O que pode e o que não pode? Confira lista

Academias e similares

- 50% da utilização dos aparelhos de cardio; 

-Horário até 22h em dias de semana e 18h nos fins de semana e feriados;

Serviços de alimentação

- 50% da capacidade do local; 

- Horário para 22h em dias de semana e 21h nos fins de semana e feriados; 

- Permanece proibida música ao vivo;

Comércio Varejista de Bairro

- Um ciente a cada 5 metros quadrado para área interna das lojas e um cliente a cada 10 metros quadrados nas áreas de circulação;

- Horário das 8h às 20h nos dias de semana e 9h às 19h nos finais de semana e feriados; 

Comércio Varejista de Centro

- Um ciente a cada 5 metros quadrado para área interna das lojas e um cliente a cada 10 metros quadrados nas áreas de circulação;

- Horário das 8h às 20h nos dias de semana e 9h às 19h nos finais de semana e feriados; 

Praias / Comércio de praia / Ciclofaixas e Calçadões

- Serão objeto de reguamentação e fiscalização por cada município

Escolas e Universidades

- Manter o distanciamento de 1,5m entre as bancas escolares, reduzindo a quantidade de estudantes quando necessário; 

- Horário das 6h às 22h (MACRO I, MACRO II e MACRO IV) e das 6h às 18h (MACRO III).

Escritórios comerciais

- 50% da capacidade do local considerando o distanciamento de 1,5m entre as estações de trabalho;

- Horário das 8h às 20h nos dias de semana e 9h às 19h nos finais de semana e feriados (MACRO I, MACRO II e MACRO IV) e 8h às 18h nos dias de semana e das 9h às 18h nos finais de semana e feriados;

Feira de negócios

- Horário até 22h em dias de semana e 21h em fins de semana e feriados (MACRO I, MACRO II e MACRO IV) e até 18h em dias de semana e em fins de semana e feriados (MACRO III)

Igrejas e atividades religiosas

- 50% da capacidade do local ou 300 pessoas, o que for menor; 

- Horário até 22h em dias de semana e 21h em fins de semana e feriados (MACRO I, MACRO II E MACRO IV) e até 18h em dias de semana e em fins de semana e feriados (MACRO III).

Polo de confecções

- Horário até 20h.

Shoppings centers e galerias comerciais

- Um ciente a cada 5 metros quadrado para área interna das lojas e um cliente a cada 10 metros quadrados nas áreas de circulação; 

Horário até 22h nos dias de semana e de 21h nos finais de semana e feriados (MACRO I, MACRO II E MACRO IV) e até 18h nos dias de semana e também nos finais de semana e feriados (MACRO III).

Eventos corporativos

- 50 pessoas ou 30% da capacidade do local, o que for menor. 

- Proibido música ao vivo. 

- Horário até 22h nos dias de semana e de 21h nos finais de semana e feriados (MACRO I, MACRO II E MACRO IV) e até 18h nos dias de semana e também nos finais de semana e feriados (MACRO III).

Eventos sociais / Buffets

- Permanece vedado

Eventos culturais

- Permanece vedado

Colação de grau, aula da saudade e culto ecumênico

- 50 pessoas ou 30% da capacidade do local, o que for menor. 

- Horário até 22h nos dias de semana e de 21h nos finais de semana e feriados (MACRO I, MACRO II E MACRO IV) e até 18h nos dias de semana e também nos finais de semana e feriados (MACRO III).

- Proibido alimentos, bebidas e música ao vivo.

Cinema, teatro e circo

- 100 pessoas ou 30% da capacidade do local, o que for menor; 

- Horário até 22h nos dias de semana e 21h nos finais de semana e feriados (MACRO I, MACRO II E MACRO IV) e até 18h nos dias de semana e também nos finais de semana e feriados (MACRO III).

Museus e demais equipamentos culturais

- 1 visitante a cada 20 metros quadrados nas áreas expositivas internas e 1 visitante a cada 10 metros quadrados nas áreas expositivas externas;

- Horário até 22h nos dias de semana e 21h nos finais de semana e feriados (MACRO I, MACRO II E MACRO IV) e até 18h nos dias de semana e também nos finais de semana e feriados (MACRO III).

Parques temáticos / aquáticos / jogos eletrônicos / itinerantes / similares

- Serão objeto de regulamentação e fiscalização por cada município.

- Permanece vedado show.

Parques infantis

Serão objeto de regulamentação e fiscalização por cada município.

Atividades esportivas coletivas e individuais

- Liberados a prática, treinamento e competições das modalidades esportivas coletivas e individuais em centros esportivos, clubes sociais e associações esportiva;

- Horário até 22h nos dias de semana e 21h nos finais de semana e feriados (MACRO I, MACRO II E MACRO IV) e até 18h nos dias de semana e também nos finais de semana e feriados (MACRO III).

- Proibido show

- Jogos de futebol profissional em estádios seguem SEM PÚBLICO.

Clubes sociais

- Horário até 22h nos dias de semana e 21h nos finais de semana, proibido saunas (MACRO I, MACRO II E MACRO IV) e até 18h nos dias de semana e também nos finais de semana e feriados (MACRO III).

Quais as 35 cidades que seguem com medidas mais restritas? 

Para as cidades abaixo, os horários de funcionamento das atividades são mais restritos (até as 18h, como mostrado na listagem acima).

VI Geres

Arcoverde, Buíque, Custódia, Ibimirim, Inajá, Jatobá, Manarí, Pedra, Petrolândia, Sertânia, Tacaratu, Tupanatinga, Venturosa 

XI Geres 

Betânia, Calumbi, Carnaubeira da Penha, Flores, Floresta, Itacuruba, Santa Cruz da Baixa Verde, São José do Belmonte, Serra Talhada (sede), Triunfo

X Geres 

Afogados da Ingazeira (sede), Brejinho, Carnaíba, Iguaraci, Ingazeira, Itapetim, Quixaba, Santa Terezinha, São José do Egito, Solidão, Tabira, Tuparetama.

Flexibilização

A flexibilização das atividades econômicas e sociais foi divulgada no plano de convivência com a covid-19 no Estado. O documento detalha como funcionará as seções em cada macrorregião de Pernambuco. Apesar da extensão no horário e liberação de algumas práticas até então não permitidas, 35 cidades do estado seguem com restrições mais rígidas. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.