CONEXÃO SAÚDE

Conexão Saúde: reveja live com especialistas em saúde mental, biomedicina e oftalmologia

Evento realizado pelo JC reuniu psiquiatra Jairo Bouer, oftalmologista Álvaro Dantas e biomédicos Jurandy Magalhães e André Silva


Conexão Saúde: reveja live com especialistas em saúde mental, biomedicina e oftalmologia

Jurandy Magalhães e Álvaro Dantas conversam com Jairo Bouer. Jornalista Anne Barretto foi a mediadora do Conexão Saúde - Foto: JAILTON JR/JC IMAGEM

As mudanças comportamentais impostas pela pandemia do coronavírus não afetaram apenas hábitos de higiene e segurança. Os impactos são tão profundos quanto a seriedade com que o tema foi apresentando ao longo dos últimos meses, perpassando não só aqueles que foram ou estão contaminados com o vírus, mas todos que perceberam diferenças na sua saúde mental, com quadros de ansiedade, ou na saúde dos olhos, por exemplo.

Em meio à tristeza com a morte de milhares de brasileiros e as incertezas em relação ao avanço da vacinação, o Jornal do Commercio reforça uma palavra importante nesse cenário: o bem-estar. Nesta quarta (30/06), o estúdio B da TV Jornal recebeu para uma live o psiquiatra Jairo Bouer, o oftalmologista Álvaro Dantas, o biomédico e professor Jurandy Magalhães e o vice-presidente do Conselho Regional de Biomedicina 2ª Região, André Silva, no Conexão Saúde - Caminhos para Equilíbrio do Corpo e da Mente na Pandemia.

Leia Mais: 

>> Conexão Saúde - Veja o especial completo

O evento, transmitido ao vivo pelo Facebook, Instagram e YouTube do JC, reuniu esses profissionais de saúde para abordar o tema, o que representa não apenas o compromisso em oferecer um conteúdo confiável à sociedade, mas também dar visibilidade a quadros clínicos que passaram a apresentar constância nos consultórios desses profissionais.

“Tivemos uma discussão riquíssima, com a participação intensa da nossa audiência, graças à interação que conseguimos entre o público e os nossos convidados. O sucesso do Conexão Saúde mostra como esse formato, que mistura informação de qualidade, debate e interatividade, tem múltiplas possibilidades em relação aos assuntos que podem ser abordados, à quantidade de participantes. Ficamos felizes com o resultado e com a oportunidade de realizar esse bate-papo junto ao público”, detalha Lino Medeiros, gerente comercial do SJCC.

Reveja a live Conexão Saúde, realizada pelo JC:

Interação

Com apresentação de Anne Barreto, os convidados apresentaram painéis voltados para suas áreas de atuação. O psiquiatra Jairo Bouer abordou o tema “Como Anda sua Cabeça Neste Momento de Pandemia?”, alertando a respeito da importância de entender as circunstâncias que permeiam cada pessoa e os impactos que a situação da covid-19 pode provocar. 

"A questão da saúde mental veio acompanhando a pandemia o tempo todo. E o grande desafio é a gente achar um caminho, uma saída, para atravessar esse momento. O que a gente tem recomendado, na medida do possível, é tentar criar uma rotina com horários definidos, principalmente de início e fim do trabalho. Além disso, criar intervalos, que a gente chama de áreas verdes, para que a pessoa tenha momentos para ela, fazendo coisas que a façam bem. Outra questão é a atividade física, e a gente sabe o quanto é importante para saúde física e mental, reduzindo níveis de estresse, por exemplo, como também estar atento à qualidade de sono", detalhou o psiquiatra. 

O Conselho Regional de Biomedicina 2ª Região participou do evento por meio da presença virtual do vice-presidente, André Silva, e do painel do biomédico Jurandy Magalhães “Desvendar Mitos do Diagnóstico da Covid”. Os profissionais esclareceram dúvidas sobre vacinas e imunização. 

"Temos aqui no estado o Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen/PE). E quando a gente começa a falar de diagnóstico, é muito importante a gente saber o que é que está na nossa rede, para que possamos fazer o controle da pandemia. O Lacen, onde eu também faço parte dos biomédicos que trabalham à frente dos diagnósticos, é o laboratório que recebe as amostras e segue o padrão ouro para covid. Existe uma rede bastante interligada, desde o município até nível nacional e internacional, que auxilia no diagnóstico. A gente não está sozinho na pandemia e isso tudo é voltado tanto para o público, como para o privado também", comentou Jurandy Magalhães. 

Durante a live, as pessoas também puderam interagir e mandar dúvidas para os participantes, por meio das redes sociais do JC. Além de comentar a importância de fazer o monitoramento dos diagnósticos e o mapeamento dos casos, o representante do CRBM2 André Silva contribuiu respondendo algumas das dúvidas do público. Uma delas, por exemplo, foi sobre a eficácia das vacinas contra as variantes.

"As variantes, como o próprio nome diz, são variantes, mas a esfera central dessa patologia é única. Embora tenha variantes, as vacinas têm bastante eficácia em relação a elas", explicou o vice-presidente, que atentou também para a importância da segunda dose. "Tomar vacina e não perder o prazo da segunda dose é fundamental para garantir a eficácia. Vacinar é um ato de proteção coletiva", lembrou.

A rodada de perguntas e respostas conduzida por Anne Barreto abordou também o tema da saúde ocular, com foco na “Síndrome do Olho Seco: Uma Doença Muito Comum na Vida Moderna Agravada na Pandemia”, apresentada na palestra do oftalmologista Álvaro Dantas. O médico explicou como o crescimento dos casos pode ter relação com a pandemia. 

"Na pandemia, observamos que duas coisas contribuíram bastante para o aumento das ocorrências. A primeira: o uso de máscaras, de acordo com a forma que cada pessoa coloca. Dependendo da forma, podemos jogar nossa respiração para cima e ressecar os olhos. Da mesma forma que os óculos embaçam, a respiração pode ressecar a superfície ocular. E o segundo fator: o aumento do uso de telas com o home office", detalhou o oftalmologista. 

O Conexão Saúde foi uma realização do Jornal do Commercio, com oferecimento do Instituto de Cirurgia Ocular do Nordeste (ICONE) e do Conselho Regional de Biomedicina 2ª Região (CRBM2), com patrocínio de MV e Clínica Ninho.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.