FLEXIBILIZAÇÃO

Pernambuco libera música ao vivo em bares e restaurantes; veja a partir de quando

Governo de Pernambuco anunciou, nesta quarta-feira (14), novas flexibilizações

Pernambuco libera música ao vivo em bares e restaurantes; veja a partir de quando

No entanto, seguem proibidos os espaços destinados para dança, evitando aglomeração - Foto: Reprodução/ Internet

Atualizada em 15.07.21, às 15h16

Diante de um cenário de desaceleração dos indicadores da covid-19 em Pernambuco, o governo estadual decidiu liberar as apresentações musicais em bares, restaurantes e eventos em todo o Estado. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (14) durante coletiva online de atualização da pandemia no Estado.

O secretário estadual de Saúde, André Longo, e a secretária executiva de Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Vilaça, participaram da coletiva.

A novidade irá contemplar as cidades de todas as regiões do Estado. Segundo a secretária, a mudança será liberada a partir de segunda-feira (19). 

Os serviços de alimentação onde foi liberada a música ao vivo também poderão funcionar por uma hora a mais aos sábados e domingos. No entanto, seguem proibidos os espaços destinados para dança, evitando aglomeração.

 

>> Pernambuco detecta primeiros casos importados de variante Delta em tripulantes de navio atracado no Recife

>> Em novo boletim, Pernambuco registra mais 2.145 casos da covid-19 e confirma 40 óbitos

Veja o que será permitido com a liberação da música ao vivo nos estabelecimentos sociais

  • Fica permitida a apresentação musical com até três integrantes, com quaisquer instrumentos musicais, incluindo o cantor
  • Fica proibido o uso de amplificadores de som
  • Fica proibida a permanência de pessoas em pé
  • Fica proibida a demarcação de pistas de dança

Assista a coletiva:

Eventos sociais têm capacidade ampliada 

Segundo a secretária executiva de Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Vilaça, no caso específico dos eventos sociais e buffets, que englobam aniversários, batizados, casamentos e formaturas, por exemplo, o número de pessoas permitido vai aumentar de 50 para 100, ou 30% da capacidade do local, o que for menor. “Apesar dessas medidas de flexibilização, precisamos manter os cuidados e a atenção máxima no cumprimento dos protocolos. Essa é uma fase essencial para que a economia não precise sofrer novas restrições. Além disso, vai ser muito importante a observação nesses próximos dias para que possamos avançar ainda mais nas flexibilizações”, apontou Ana Paula.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.