JUSTIÇA

Polícia conclui inquérito sobre a morte do sargento e motorista da vice governadora de Pernambuco

Adelcio Miguel Ângelo Júnior foi morto no dia 21 de julho, no bairro do Sítio dos Pintos, Zona Norte do Recife.

Polícia conclui inquérito sobre a morte do sargento e motorista da vice governadora de Pernambuco

Adelcio Miguel Ângelo Júnior, 43 anos, foi morto durante tentativa de assalto no Sítio dos Pintos, Zona Norte do Recife - Foto: Foto: Cortesia

A polícia concluiu o inquérito sobre a morte do sargento Adelcio Miguel Ângelo Júnior, de 43 anos, assassinado no dia 21 de julho, no bairro do Sítio dos Pintos, na Zona Norte do Recife. Ângelo, como era conhecido na corporação, prestava serviços como motorista para a vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos.

>>>Paixão pelos filhos, missão de paz no Haiti e honrarias: saiba quem era o sargento motorista de Luciana Santos morto em tentativa de assalto

>>>Motorista da vice-governadora de Pernambuco é morto a tiros durante tentativa de assalto no Recife

De acordo com o inquérito, ele foi vítima de latrocínio: assalto seguido de morte. A prisão preventiva da dupla suspeita do crime foi solicitada pela polícia. A equipe da TV Jornal conversou com a advogada que representa a família do sargento e ela detalhou a dinâmica do crime. Os detalhes foram mostrados na reportagem exibida no Bronca 24 horas desta sexta-feira (13).

"O inquérito policial foi encerrado. Os suspeitos foram indiciados como autores do latrocínio. Não foi efetuada a prisão de um deles por causa de uma morosidade do judiciário. (...) Mas entendemos o funcionamento do judiciário. O delegado não tem dúvidas em relação ao latrocínio. Hoje, depois de ver o circuito na integralidade, a defesa não tem dúvidas sobre o latrocínio", explicou a advogada de defesa, Isabela Pequeno. 

Confira na reportagem

O crime

O policial estava de folga quando foi morto. Segundo os moradores da área, o sargento foi realizar a entrega de um vídeo game no Sítio dos Pintos. Dois homens teriam se passado por clientes e abordado o militar no momento em que ele abriu o porta-malas do carro para retirar o objeto. Assustado com a investida, Adelcio teria corrido e acabou atingido por dois tiros.

O corpo da vítima estava a 50 metros do seu carro, estacionado em frente a Igreja Católica de Sítio dos Pintos. As imagens da câmera de segurança de um condomínio próximo ao local ajudaram nas investigações. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.