Notícia Economia

Qual o investimento financeiro mais seguro? Especialista responde


Publicado em 11.07.2018 , às 17:55 / Atualizado em 11.07.2018 , às 18:10

Por TV Jornal

Foto: Pixabay

O rendimento da poupança tem sido bem inferior ao de outros investimentos. E para quem tem medo de se aventurar pelas outras opções, o personal financeiro Leandro Trajano contou quais são os outros investimentos que são seguros e rentáveis ao mesmo tempo.

O Tesouro Selic (antes chamado de LFT) é um título público, negociado por meio da plataforma de negociação online Tesouro Direto. Ele paga ao investidor a variação da taxa básica de juros – a taxa Selic – durante o período da aplicação. Como o emissor dos títulos é o governo, ele tem baixíssimo risco de crédito, que seria o risco de o emissor desonrar o pagamento.

Outra grande vantagem, comum a todos os títulos públicos, é que eles são muito democráticos: o investidor que aplica 100 reais tem exatamente a mesma rentabilidade de quem aplica 1 milhão de reais.

Ao aplicar em um Certificado de Depósito Bancário (CDB), o investidor empresta dinheiro ao banco e é remunerado por isso, enquanto o banco utiliza os recursos captados para emprestá-los a outros clientes. Assim, o banco pega o seu dinheiro em uma ponta e empresta na outra, pagando uma taxa menor para captar do que aquela cobrada para emprestar, o que garante seu lucro.



A Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) é o título emitido pelos bancos para financiar participantes da cadeia do agronegócio. Sua principal vantagem é a isenção de IR, benefício concedido pelo governo como forma de incentivar o crédito ao setor.

Já as desvantagens da LCA são os prazos de vencimento mais longos e a exigência de aportes maiores do que o CDB. Alguns bancos exigem aportes de dezenas de milhares de reais para a LCA, ou podem nem oferecer esta opção.

Muito semelhante à LCA, a Letra de Crédito Imobiliário (LCI) também conta com isenção de IR e é o título emitido pelos bancos para obtenção de recursos destinados a financiamentos do setor imobiliário. Sua desvantagem pode ser o aporte inicial elevado e o prazo mais longo.

Confira:


Veja Também