Notícia Jaboatão dos Guararapes

Assassinato de ex-vereador de Jaboatão pode ter motivação política


Publicado em 02.10.2018 , às 20:00

Por TV Jornal

Reprodução/TV Jornal

Familiares do ex-vereador morto a tiros na ultima sexta-feira (28) acreditam que o homicídio teve motivação política. Isso por que, no ano passado, vazou um áudio da vítima afirmando que denunciaria outros vereadores da Câmara de Jaboatão, localizada na Região Metropolitana do Recife, por desvio de verbas. As investigações do assassinato estão sob responsabilidade da 4ª Delegacia de Homicídios. Ainda em outubro do ano passado, Edson Severiano de Oliveira, conhecido como Louro, já havia sofrido uma tentativa de homicídio, exatamente três meses antes da audiência pública na qual iria depor sobre a Operação Caixa de Pandora, deflagrada em 2016.



Relembre o Caso

Após o áudio vazado no qual afirmava que denunciaria vereadores corruptos de Jaboatão, Louro foi surpreendido em outubro do ano passado, por três homens encapuzados que deram seis tiros, enquanto o ex-vereador estava na Feira do Curado, em Jaboatão, Região Metropolitana do Recife, mas ele conseguiu sobreviver. Já na última sexta-feira (28), o ex-político foi assassinado com três tiros, na Avenida Leopoldina da Vinci, bairro do Curado. Após o ataque, Edson foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Curado, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Familiares cobram investigações

A família do ex-vereador fez um desabafo e pede agilidade nas investigações.