Controlado

Perícia tenta identificar causa de incêndio em unidade da Chesf


Site Da TV Jornal
Site Da TV Jornal
Publicado em 07/04/2016 às 8:30
Leitura:

-Reprodução/TV Jornal
Ainda não se sabe o que provocou o incêndio que atingiu a unidade de tratamento de óleo da Companhia Hidrelétrica de São Francisco (Chesf), na Zona Oeste do Recife, na manhã desta quarta-feira (6). De acordo com o Tenente Coronel Edson Marconni, só uma perícia pode identificar o que de fato provocou o fogo, já que o óleo mineral não incendeia com facilidade.

“Ele não foi feito para queimar. A temperatura inicial para que ele inicie um processo de hignição são de 150 graus celsius. Para que a combustão fosse espontânea, é na ordem dos 300 graus”, destacou o Tenente. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, foram necessários 5 horas de trabalho e mais de 120 mil litros de água para combater as chamas. Durante à tarde, diversos carros pipa auxiliaram no processo de rescaldo.

O fogo destruiu o galpão onde ficavam quatro tanques com 150 mil litros de óleo mineral e quatro caminhões. Ninguém ficou ferido. Segundo o presidente da Chesf, José Carlos de Miranda Farias, a unidade de tratamento tinha cerca de 30 anos e havia passado por uma reforma, orçada em R$ 1 milhão, a pouco tempo.