REPASSES

Ministério Público Federal denuncia Paulo Câmara e secretário de saúde

TV Jornal

-Foto: Sérgio Bernardo / JC Imagem

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o governador Paulo Câmara e o secretário estadual de Saúde, Iran Costa, por improbidade administrativa. De acordo com a procuradora Sílvia Regina Pontes Lopes, o governo não está informando os repasses de recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) para organizações sociais, que administram hospitais e unidades de pronto atendimento.

Cálculos do Tribunal de Contas do Estado (TCE), citados no documento do MPF, mostram que os recursos passaram de R$ 144 milhões, em 2010, para mais de R$ 1,2 bilhões, em 2017. Para a procuradora, os dados deveriam estar nos portais de transparência da secretaria e do governo estadual.

Resposta

Caso seja aceita a denúncia, pode ser aplicada multa civil e as transferências voluntárias da União para Pernambuco podem ser suspensas. Em nota, o Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Saúde, informou que ainda não havia sido notificado, mas negou as alegações do Ministério Público Federal.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.