ABANDONO

Com saída do Náutico, Arena de Pernambuco vira dor de cabeça

TV Jornal

-Reprodução/TV Jornal

A saída do clube Náutico da Arena de Pernambuco se transformou em dor de cabeça para o Governo de Pernambuco. O entorno do estádio, construído em São Lourenço da Mata, Grande Recife, para abrigar os jogos da Copa do Mundo de 2014, está abandonado. Além disso, as reclamações de quem ainda espera pelo legado do prometido antes da construção permanecem.

No domingo (16), um dos últimos parceiros da Arena, o Náutico, abandonou o apoio, voltando para casa: os Aflitos. Há cerca de cinco anos, o Timbu não tinha mais jogos na sede, que estava passando por uma série de obras para melhorar o espaço, por isso utilizava a Arena de Pernambuco para sediar as partidas. Agora, o estádio construído para a Copa recai nas costas do Governo. Este ano, foram quase R$ 11 milhões de despesas e uma receita de apenas R$ 3,5 milhões. A pergunta é: como ficará a Arena, de 2019 em diante?

Moradores do entorno do estádio afirmam também serem afetados pela incerteza, e carregam um sentimento de desperdício. Para construir uma via que ligasse Camaragibe à Arena, foi criada uma via de seis quilômetros e muitas famílias foram desalojadas do entorno para que a estrada fosse feita. Até agora, muitas não receberam a indenização.

“Até agora esse dinheiro ainda não foi liberado para que a gente possa comprar, pelo menos, uma casa. Porque cinco anos depois dessa desapropriação, o único presente que eu ganhei foi R$ 45 mil, que eu vou pagando de aluguel até hoje”, afirma o comerciante Ednaldo Ferreira.

Veja a reportagem:

Descaso

As casas foram embora e a tão sonhada urbanização não veio. Em vez disso, moradores e até pessoas que passam pelo local percebem o acúmulo de lixo, o mato alto e os animais soltos pela pista. O espaço abandonado acaba virando um atrativo para a criminalidade.

O Governo

O Governo do Estado informou que as pendências que tem com as famílias que ainda não receberam as indenizações existem por causa de documentos que elas precisam apresentar à Justiça. Já sobre a conclusão das obras, a informação é que existem licitações para finalizar o Ramal da Copa.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.