INVESTIGAçãO

Agências de turismo são suspeitas de aplicar golpes em Pernambuco e SP

Clientes estavam com viagens marcadas e descobriram no aeroporto terem sido vítimas de possível golpe

Agências de turismo são suspeitas de aplicar golpes em Pernambuco e SP

casal acusa empresa de turismo de golpe após não conseguirem embarcar. - Foto: Reprodução/TV Jornal

A Delegacia de Repressão ao Estelionato recebeu, nessa terça-feira (25), denúncias de possíveis golpes praticados por duas agências de turismo. Uma delas tem sede em São Paulo e outra em Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco.

Uma das vítimas, Maria Aparecida Gomes, só descobriu o golpe no Aeroporto do Recife, quando tentava embarcar para o Chile com o marido. A dona de casa procurou a polícia para denunciar o possível golpe. Segundo ela, no ato da compra, o marido forneceu os dados do cartão de crédito ao dono da agência, que tem sede em Belo Jardim, e foi informada de que só teria acesso aos bilhetes na hora do embarque. Ao chegar ao Aeroporto, Maria Aparecida percebeu que os nomes no bilhete estavam errados. Desconfiada, a filha dela fez pesquisas na internet e descobriu queixas semelhantes feitas por um grupo que viajaria com a mesma agência para os Emirados Árabes.

>> Estudantes são alvos de golpe de intercâmbio na internet; confira 

Confira

Outras Vítimas

Ao menos 12 pessoas procuraram a delegacia para registrar boletins de ocorrência contra outra agência de turismo. Segundo a polícia, a empresa tem sede em São Paulo e vendia pacotes de intercâmbio para Dublin, capital da Irlanda, mas não teria realizado as matriculas no curso.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.