HOMENAGEM

Após 20 anos sem Dom Hélder, amigos relembram sua trajetória

O arcebispo, conhecido como o Dom da Paz, sonhava com uma igreja dedicada a cuidar das pessoas pobres e necessitadas

Após 20 anos sem Dom Hélder, amigos relembram sua trajetória

O arcebispo deixou um legado de paz e amor, e seus ensinamentos são compartilhados até hoje - Foto: Reprodução/TV Jornal

A morte de Dom Hélder Pessoa Câmara, que foi arcebispo emérito das cidades de Recife e Olinda, completa 20 anos, nesta terça-feira (27). Amigos do religioso se reuniram e contaram um pouco da trajetória e personalidade do homem conhecido como o Dom da Paz.

Depoimentos

O monsenhor Albérico Bezerra, que escreveu um livro em homenagem a Dom Hélder, conta que além de um bispo, o Dom também era um comunicador e um seguidor fiel de Jesus Cristo.

“Dom Hélder realmente sabia ser um pastor, ele sabia  trazer para junto de si o rebanho, era um grande orador e comunicador, mas, acima de tudo, um seguir fiel de Jesus Cristo e da igreja”, explica.

O sócio-fundador do centro Dom Hélder Câmara, Luis Tenderini, também conta como  Dom Hélder era fascinado pelas liturgias católicas.

“Várias vezes eu pude ver e sentir como a celebração da missa criava nele uma êxtase depois da consagração. Ele dizia que a missa era o momento mais importante do dia e isso era visível nele”, relata.

Biografia

Dom Hélder nasceu no ano de 1909, na cidade de Fortaleza, no estado do Ceará. Conhecido pela paciência e caridade, ele dedicou toda sua vida à fé, à luta pelos direitos humanos e ao amor ao próximo. Filho de um jornalista com uma professora, começou os estudos muito cedo. Aos 14 anos de idade, entrou para o seminário e, aos 22, tornou-se padre.

No ano de 1985, foi ordenado como arcebispo de Olinda e Recife e criou a Comissão de Justiça e Paz, assim como o Instituto de Teologia da Cidade do Recife, espaço que serviu para a formação de muitos jovens que vinham em busca do conhecimento religioso do Dom.

Morte

Dom Hélder morreu de uma parada cardiorrespiratória enquanto dormia, no dia 27 de agosto de 1999, na casa onde morava, atrás da Igreja das Fronteiras, no Centro do Recife. Dom Hélder foi arcebispo emérito das cidades de Olinda e Recife e um dos fundadores da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. O Dom da Paz era um grande defensor dos direitos humanos,  na luta social e no combate à Ditadura Militar.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.