BRIGA

"Não houve arma", diz advogado de Juninho sobre confusão em boate

Em 2017, o atacante do Sport foi indiciado por agressão, pela ex-namorada. O clube se manifestou sobre o novo caso de polícia

O jogador não entra em campo pelo Sport desde o dia 31 de agosto - Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Um vídeo gravado por populares, no último sábado (2), mostrou o atacante do Sport, Juninho, fora de controle, sendo contido por amigos, na saída de uma boate no bairro de Casa Amarela, Zona Norte do Recife.  De acordo com testemunhas, o jogador se desentendeu com um homem dentro do local e teve que ser retirado.

>> Atacante Juninho, do Sport, se envolve em briga dentro de boate

A suspeita é de que o atleta ou um segurança do jogador teria sacado uma arma. O advogado de Juninho confirmou a confusão ocorrida na saída da boate, mas disse que o jogador negou que estivesse armado. "Não houve arma em momento algum. Isso é falácia. As pessoas estão criando isso", afirmou Ernesto Cavalcanti. 

Confira na reportagem

Depoimento 

Ainda segundo o advogado Ernesto, Juninho e o motorista dele irão prestar depoimento na Delegacia de Casa Amarela, durante a manhã da próxima quarta-feira (6). 

Sport

O Sport Club do Recife informou que está apurando o fato e ouvindo a versão do jogador. Afirmou ainda que o corpo diretivo e técnico do clube vai resolver o caso internamente, no retorno da delegação rubro-negra ao Recife. Já a Polícia Civil, informou que o caso será apurado pela delegada Lídia Barci, da Delegacia de Casa Amarela, e que todos os envolvidos serão intimados para prestar esclarecimento.

Fora das partidas

O jogador não entra em campo desde o dia 31 de agosto, no empate em 0 a 0, com o Oeste. A última vez em que foi relacionado aconteceu no dia 07 de setembro, na vitória contra o Bragantino. Apesar de ter tido uma lesão, em que ficou afastado por cerca de 20 dias, Juninho fica fora das relações por opção do técnico Guto Ferreira.

Histórico de confusão

>> Jogador do Sport, Juninho é denunciado por violência contra a mulher

>> Jogador do Sport Juninho se envolve em mais um caso de agressão

Não é a primeira vez que Juninho se envolve em casos de polícia. Em 2017, o atacante foi indiciado pela ex-namorada, por agressão, injúria e ameaça. O processo, inclusive, ainda não foi concluído pela justiça. Por conta do caso, alguns clubes chegaram a desistir da contratação do jogador.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.