LUTO

Corpo de Mestre Dila é velado e enterrado em Caruaru


Mestre Dila morreu na última quarta-feira (18), aos 82 anos.

Gustavo Henrique Gustavo Henrique
Gustavo Henrique
Gustavo Henrique
Publicado em 20/12/2019 às 8:30
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

O corpo do xilogravurista e cordelista José Soares da Silva, popularmente conhecido como Mestre Dila, foi velado e sepultado no final da tarde dessa quinta-feira (19), no Cemitério Dom Bosco, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco

>> Artista plástico Francisco Brennand morre aos 92 anos

Ele morreu na noite da última quarta-feira (18), aos 82 anos, vítima de uma pneumonia, no Hospital Mestre Vitalino, em Caruaru, onde estava internado.

Assista na reportagem

História

Eleito, em 2002, Patrimônio Vivo de Pernambuco, Mestre Dila, como era conhecido José Soares da Silva, nasceu em 23 de setembro de 1937, no município de Pirauá (PB), e mudou-se para Caruaru, em 1952. Na cidade do Agreste pernambucano, desenvolveu sua arte e se estabeleceu como um dos grandes nomes da xilogravura e do cordel.

Em 2011, quando a Fenearte celebrou a literatura de cordel pernambucana, Mestre Dila foi um dos homenageados, junto a J. Borges e José Costa Leite. O artista será novamente reverenciado, desta vez no Galo da Madrugada de 2020, que terá como tema a arte da xilogravura e do cordel.