RECLAMAçãO

Moradores de Dois Unidos estão sem água desde deslizamento de barreira

Segundo os moradores da área onde sete pessoas morreram, em deslizamento de barreira, a causa do problema seria um cano mestre danificado

Moradores de Dois Unidos estão sem água desde deslizamento de barreira

Desde o período da tragédia, moradores denunciam que estão sem água nas torneiras - Foto: Reprodução/TV Jornal

No último sábado (4), a tragédia do deslizamento de barreira, que deixou sete mortos, no Córrego do Morcego, em Dois Unidos, Zona Norte do Recife, completou duas semanas. Durante esse período, os moradores ficaram sem água nas torneiras. Carros-pipa estão sendo usados pra levar água para quem vive por lá, mas a reclamação é que eles não estão sendo suficientes.

12 dias sem água

Desde o período da tragédia, moradores denunciam que estão sem água nas torneiras. Já são mais de 12 dias a espera por uma solução e eles afirmam que o abastecimento de água ainda não foi normalizado.

Segundo a população, a causa exata seria o cano mestre danificado. Uma obra emergencial teria sido prometida pela Compesa para solucionar o problema, mas, até agora, nenhum sinal do serviço foi visto.

Quem mora em comunidades próximas, como o Alto do Catamarã, também diz ter sido afetado, após a queda da barreira, e cobra uma providência. "Está chegando não, como é que eu pagando água, e a água não chega? Isso não existe", afirma o porteiro Rinaldo Henrique.

Relembre o caso

Na madrugada do dia 24 de dezembro, um deslizamento de terra atingiu duas casas, no bairro de Dois Unidos, na Zona Norte do Recife. O motivo teria sido o vazamento no cano que leva água para a região. Sete mortes foram confirmadas, entre elas, a de um bebê de 2 meses.

>> Veja quem são as vítimas do deslizamento de barreira no Recife

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.