MATERIAL ESCOLAR

Confira os materiais escolares que tiveram redução de preço

Segundo o Procon, os pais não tem obrigação de pagar a lista na escola

Confira os materiais escolares que tiveram redução de preço

O Procon também afirma que os pais não tem obrigação de pagar a lista na escola - Foto: Reprodução/TV Jornal Interior

Com a correria do volta às aulas, os pais não ficam parados. Em busca do melhor preço e da qualidade dos materiais, a corrida contra o tempo para garantir os itens da lista é verdadeira. Mas a boa notícia, é que os materiais escolares estão baixando de preço.De acordo com o Procon-PE, dos 31 produtos mais procurados pelos pais, 19 caíram de preço. Já, 6 mantiveram os valores e outros 6 aumentaram.

A dona de casa, Josilene, que tem uma filha no ensino fundamental, deixou para ir às compras às vésperas da volta às aulas. Segundo ela, todos os anos, paga uma taxa de material junto à matrícula escolar. Mas, este ano, a mãe fez diferente e resolveu despachar a lista por fora. Ela conta que a ideia foi para tentar economizar.

>>Sebos são alternativas mais baratas para adquirir livros escolares

Redução

Entre os itens que tiveram redução estão a massa de modelar que baixou de R$ 6 à R$ 54. A caixa de lápis de cor com doze unidades que saiu de R$ 19,99 para R$ 13,80. E o apontador de metal que caiu de R$ 1,90 para R$ 1,20.

Segundo o gerente jurídico do Procon-PE, Ricardo Faustino, os pais que não conseguirem comprar todos os itens no início do ano podem entregá-los na instituição de ensino no decorrer dos meses.

Denúncia

O Procon também afirma que os pais não tem obrigação de pagar a lista na escola. Em caso de cobranças abusivas, as denúncias devem ser feitas no Procon-Pe que fica localizado na Rua Floriano Peixoto, nº 141, no bairro de São José, ou pelo telefone 0800.282.1522

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.