OPERAÇÃO

Operação mira suspeitos de cometer cometer feminicídio e aborto na RMR

A organização tem envolvimento com tráfico de drogas, ameaça, aborto, corrupção de menores, ocultação de cadáver e feminicídio

Operação mira suspeitos de cometer cometer feminicídio e aborto na RMR

Os criminosos foram encaminhados para o Cotel - Foto: Reprodução/TV Jornal

Com o objetivo de desarticular uma organização criminosa envolvida com tráfico de drogas, ameaça, aborto, corrupção de menores, ocultação de cadáver e feminicídio, uma operação da polícia cumpriu mandados prisão nas cidades do Recife, Olinda, Paulista e Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife.

>> Audiência de ex-delegado condenado por corrupção é marcada para março

Na ocasião, ente os alvos, cinco já cumprem pena nos presídios de Igarassu, Limoeiro e Petrolina. De acordo com a polícia, um dos acusados teria mandado matar a própria namorada, que estava grávida de cinco meses, na época do crime.

Relembre o caso

O caso aconteceu no mês de abril de 2018. A vítima, Ana Irys Loes de Sá Lima, de 26 anos, teria saído no bairro da Estância e foi até Rio Doce, em Olinda, para pegar um dinheiro que, segundo a família, foi prometido pelo suposto pai da criança. Ao chegar ao local, ela se encontrou com duas mulheres e desapareceu.

O corpo de Ana ainda não foi localizado e, segundo o delegado, as mulheres que participaram do crime estão foragidas.

Busca e apreensão

Na operação, a polícia também cumpriu cinco mandados de busca e apreensão. Todo o material foi levado para a Delegacia do Torreão, no Recife, e os alvos encaminhados para o Cotel.

Notícias policiais da TV Jornal

Quer ficar acompanhando as notícias policiais da TV Jornal? Você pode ter acesso rápido a todas elas no nosso grupo, no Facebook. Acesse aqui o grupo Notícias Policiais TV Jornal.

>> Veja o que se sabe sobre o caso da mulher morta queimada na Zona da Mata de Pernambuco

>> Suspeito de feminicídio contra a esposa em Olinda é preso em flagrante

>> Dor e revolta: mulher que estava em coma após estupro é enterrada

#UmaPorUma

A violência contra a mulher é constante e frequentemente acaba em tragédia. Existe uma história para contar por trás de cada feminicídio, em Pernambuco. O especial Uma por uma contou todas. Em 2018, o projeto mapeou  onde as mataram, as motivações do crime, acompanharam a investigação e cobraram a punição dos culpados. Um banco de dados virtual, com os perfis de vítimas e agressores, além dos trágicos relatos que extrapolam a fotografia da cena do crime. Confira o especial Uma por Uma, sobre feminicídios em Pernambuco, aqui.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.