Violência

Tatuador é assaltado e apedrejado pela Inferno Coral no Espinheiro

Tecnologia
Tecnologia
Publicado em 02/12/2013 às 9:34
Leitura:

-

Um homem foi assaltado e apedrejado por mais de cem integrantes da torcida organizada Inferno Coral no Espinheiro, Zona Norte do Recife, nesse domingo (1°). O tatuador Luiz Alexandre Quirino, 31 anos, estava indo para uma parada de ônibus na Avenida João de Barros com a esposa, grávida de dois meses, quando foram abordados pelosndalos, que anunciaram o assalto com pedras na mão. A agressão aconteceu após o Santa Cruz vencer o Sampaio Corrêa e ser campeão da Série C.

Ao tentar defender a Emanuela de Brito Costa, 26, Luiz foi apedrejado até chegar em um posto de gasolina, onde foi pedir ajuda. Os bandidos conseguiram levar carteira e celular. Um pouco antes da abordagem, o casal chegou a cruzar com um ciclista que estava fugindo dos assaltantes, mas não conseguiu entender o que o rapaz falou de cima da bicicleta. Luiz levou pedradas nas mãos, cabeça e outras partes do corpo e foi levado para o Hospital da Restauração, onde passa bem.

Durante a tarde, foi comum ver cenas de grupos de torcedores detidos ou fazendo baderna dentro de coletivos. Uma confusão na Rua Ramís Galvão, no Arruda, deslocou pelo menos cinco viaturas para o local por conta de uma briga entre grupos rivais, mas ninguém foi preso.

VEJA TAMBÉM
Santa Cruz vence o Sampaio Corrêa e é campeão da Série C
Briga de torcedores pode ter motivado assassinato de jardineiro no Totó

10945

Mais Lidas