INTERNED

Carro com carga em excesso em Caruaru vira meme na internet; confira

TV Jornal | NE10 Interior

-Foto: Reprodução de vídeo

Uma cena inusitada tem chamado a atenção nas redes sociais. O vídeo de um Toyota carregado com colchões, uma mesa e até botijões de água e de gás foi filmado em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. O caso foi flagrado na BR-104, na zona urbana da cidade. O registro foi feito nessa quinta-feira (28) e há a suspeita de que o veículo, com placas de Brejo da Madre de Deus, estava seguindo para as praias do Litoral Sul para o período carnavalesco.

Pelo excesso exagerado de carga, o carro acabou virando memes nas redes sociais. Várias montagens do veículo em locais como o Magic Kingdom, na Disney, no Palácio de Buckingham e Abbey Road com os Beatles, na Inglaterra, na posse do presidente Jair Bolsonaro, em Brasília, e até na Lua, foram espalhadas no WhatsApp e Facebook.

Legislação

Apesar da brincadeira, o excesso de carga é uma infração de trânsito e representa um perigo para os passageiros e para outras pessoas que estiverem nas estradas. De acordo com a resolução nº 349/2010 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que regulamenta o artigo 109 do Código de Trânsito Brasileiro, a carga dos veículos deve estar acondicionada e afixada de modo que não coloque em perigo as pessoas nem cause danos a propriedades públicas ou privadas, não se arraste pela via nem caia sobre esta.

Além disso, a carga não deve atrapalhar a visibilidade a frente do condutor, nem comprometer a estabilidade ou condução do veículo; não deve ocultar as luzes do veículo; não deve exceder a largura máxima do veículo; não deve ultrapassar as dimensões autorizadas para veículos; entre outros.

Segundo o inspetor da PRF Érico Vasconcelos, os carros que têm bagageiro no teto só podem levar cargas até 50 cm acima do teto. A carga também deve estar bem acondicionada e amarrada e não pode ultrapassar o comprimento do veículo.  Ainda de acordo com o inspetor, trata-se de uma infração grave e o motorista pode ser multado em R$ 195,23 e levar cinco pontos na carteira de habilitação.

Caso tenha outras irregularidades, como documento do veículo atrasado, o motorista poderá ter o veículo removido. Apesar das imagens nas redes sociais, o inspetor informou que só é possível autuar e multar o motorista em caso de flagrante presencial.

O que intriga as pessoas é o fato de o veículo ter passado por um trajeto longo, sem ter sido abordado pela polícia. Se tiver saído de Brejo da Madre de Deus com direção a Tamandaré, por exemplo, o carro passou por estradas estaduais antes e depois de passar pela BR-104. O Batalhão de Polícia Rodoviária da PM é responsável pelas estradas estaduais e a PRF, pelas federais.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.