TORCIDAS RIVAIS

Cachorro agredido junto com dono torcedor tentou defendê-lo

TV Jornal

-Reprodução/TV Jornal

O torcedor do Sport que foi brutalmente espancado junto com o seu cachorro por um grupo da torcida do Náutico, na noite do último domingo (21), recebeu alta do Hospital da Restauração, no bairro do Derby, e se recupera em casa. Em entrevista para o Por Dentro com Cardinot, Klebson Monteiro da Silva, 28 anos, contou que o Colher de Pau tentou defendê-lo durante as agressões e acabou também sendo ferido. Segundo o torcedor, o cachorro vai sempre aos jogos do Sport. O caso aconteceu no bairro da Ilha do Leite, no centro do Recife. 

O caso

Segundo a polícia, Cleber estava saindo do jogo e voltando para casa com o cachorro, quando foi abordada por um grupo de 10 torcedores do Náutico na Praça Miguel de Cervantes. De acordo com a vítima, a presença dos torcedores do outro time foi quase imperceptível. “Tudo aconteceu muito rápido. Eu não vi a torcida do Náutico, não. Foi rápido demais”, relatou.

Além do torcedor, o cachorro dele também ficou muito machucado. O Socorro Animal ofereceu assistência veterinária para o cachorro, conhecido como Colher de Pau. O cão, chamado de Colher de Pau, é conhecido pela torcida rubro-negra e virou símbolo de sorte.

-Reprodução/TV Jornal

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.