AFROFUTURISTA

Museu da Abolição realiza 1ª Mostra de Estética AfroFuturista

A programação conta com mais de 12 horas de ação voltada ao universo da arte negra e suas vertentes

Museu da Abolição realiza 1ª Mostra de Estética AfroFuturista

O Balé Afro Magê Molê também está na programação do evento - Foto: Divulgação

O Museu da Abolição e a Rede de Afro Empreendedores de Pernambuco (RAEPE) realizam, neste sábado (18), a primeira edição da Mostra Afrofuturismo de Estética, no Museu da Abolição, no bairro da Madalena, na Zona Oeste do Recife, a partir das 9h30. Na programação, literatura, oficinas, artes visuais, música, dança, moda e artesanato. Para a abertura do evento, haverá a feira afro empreendedores do Recife, com roupas, adereços, bijuterias e comidas africanas como feijoada, vatapá e mungunzá. As inscrições são gratuitas e estão sendo feitas no auditório do museu.

O historiador e especialista em cultura negra Junior Afro destaca que o evento tem a intenção de imaginar possibilidades para o futuro por meio das lentes da cultura negra. “É um meio de imaginar possíveis futuros pelas lentes da cultura negra. Pela literatura, artes visuais, música e mais, o Afrofuturismo redefine a cultura e as noções de negritude para hoje e para o futuro”, disse.

A Mostra também terá desfile de roupas e penteados africanos com o Balé Afro Magê Molê e música para todas as idades com o facilitador Túlio Xambá, na área externa do museu. No primeiro andar, acontece a oficina Tendências Afro Futuristas Na Moda Atual, com a designer e pesquisadora Oluyiá França.

Completando a programação, uma roda de diálogo com a artista visual Bia Ritz (PE), o DJ Yuri Andrey, a articuladora e curadora independente Ariana, coordenada pela professora Dra. Auxiliadora Maria Martins (CE/UFPE), debatendo sobre o Afrofuturismo e sua interseção na imaginação, tecnologia, futuro e libertação. Outro destaque da mostra é o curso “WhatsApp como ferramenta de venda”, oferecido pelo SEBRAE.

Programação

9h30 – Abertura da Feira Empreendedores na área externa do museu (roupas, adereços, bijuterias, gastronomia).
10h – Roda de diálogo – Afrofuturismo
Coordenadora: Professora Dra. Auxiliadora Maria Martins da Silva (CE/UFPE) Artista Visual Bia Ritz (PE), DJ Yuri Andrey e a articuladora e curadoria independente, Ariana Nuala;
14h às 16h – Oficinas
1- Tendências Afro Futuristas na Moda Atual (Sala do primeiro andar) facilitadora: Designer e Pesquisadora Oluyiá França (PE)
2- Música para todas as idades (área externa do museu). Facilitador: Túlio Xambá
Encerra com apresentação do Grupo Ori
3- WhatsApp como ferramenta de venda (Auditório) facilitador/a: Sebrae-PE
16h - Grupo Ori
16h30 – Juventude Negra e Afrofuturismo Com Jaqueline Soares, Artista Visual Anti Ribeiro, Nena La Callejera e Jovens representantes da Rede de Mulheres Negras, MNU e UFPE.
17h30 - Afoxé Omi Sabá
18h - Balé Afro Majê Molê
- Desfile de Moda e Estética Afro
18h30 - Slam das Minas

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.