PAUDALHO

Comerciante sequestrada: Para a polícia, Jussara está morta

A comerciante Jussara Maria da Silva Pereira foi sequestrada de dentro de casa, em Paudalho, e mantida em cativeiro. O corpo dela não foi achado, mas a polícia acredita que Jussara tenha sido morta

Comerciante sequestrada: Para a polícia, Jussara está morta

Jussara está desaparecida desde 13 de fevereiro. - Foto: Reprodução/TV Jornal

Uma operação prendeu 13 suspeitos de envolvimento no sequestro e assassinato da comerciante Jussara Maria da Silva Pereira, de 33 anos. De acordo com as investigações, a evangélica foi morta em retaliação ao marido, o presidiário Marcos Rafael Pereira. Ele, que está no Cotel, fazia parte do grupo. Era o responsável por comprar drogas, mas teria desviado a mercadoria em uma das transações. O sequestro da mulher dele seria uma punição.

A comerciante foi tirada de dentro de casa, em Paudalho, na Zona da Mata de Pernambuco, e mantida em cativeiro em Barreiros, no dia 13 de fevereiro. Vídeos dela sendo ameaçada foram enviados para a família pelos criminosos. O corpo de Jussara nunca foi encontrado, mas para a polícia ela está morta.

Confira: 

A operação

A operação Terra Vermelha aconteceu em 12 cidades do Estado simultaneamente. Cerca de 60 policiais saíram para cumprir 13 mandados de prisão contra integrantes de uma organização criminosa suspeita de diversos crimes, entre eles o sequestro da comerciante Jussara. 

Dos 13 mandados de prisão, 6 foram cumpridos contra detentos do sistema prisional e 5 contra alvos que estavam em liberdade, entre eles 3 mulheres, que teriam participado do sequestro levantando informações da rotina da vitima para repassar ao grupo.

Durante a operação, a polícia também cumpriu um mandado de prisão contra o marido da vítima, que está no Cotel. Na época do crime, ele estava em regime semiaberto no Presídio de Canhotinho, saiu da cadeia e planejava vingar a morte da mulher. Foi preso novamente em março deste ano, com uma arma. 

Outras três pessoas envolvidas na morte da comerciante já tinham sido presas, pouco tempo depois do desaparecimento. Além de responder por sequestro seguido de morte, os alvos da operação vão responder por organização criminosa armada, tráfico de drogas, associação para o tráfico e tortura seguida de morte. A polícia trabalha agora para encontrar os restos mortais da comerciante. Dois integrantes do grupo continuam foragidos.

Relembre o caso

A mulher está desaparecida desde a noite do último dia 13 de fevereiro. Jussara Maria da Silva Pereira, de 37 anos, teve a casa invadida por quatro homens, na zona rural de Paudalho, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. De acordo com a Polícia Civil de Pernambuco, os criminosos chegaram em um Jeep Renegade preto. 

A polícia prendeu dois suspeitos de participar do sequestro de Jussara. Eles foram detidos na cidade de Barreiros e levados para a Delegacia de Tamandaré.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.