GREVE GERAL

Rodoviários: oposição convoca paralisação, mas sindicato não confirma

A greve geral está marcada para esta sexta-feira (14), em todo o Brasil, e outras categorias já aderiram, como os metroviários

Rodoviários: oposição convoca paralisação, mas sindicato não confirma

De acordo com o órgão, a adesão ou não ao movimento agora depende de uma assembleia interna, que ainda não está marcada - Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem

JC Online

O Sindicato dos Rodoviários de Pernambuco ainda não se pronunciou sobre a possível paralisação durante a greve geral da sexta-feira (14). De acordo com o órgão, a adesão ou não ao movimento agora depende de uma assembleia interna, que ainda não tem data marcada para acontecer. A oposição ao Sindicato dos Rodoviários, no entanto, promete realizar a paralisação nas ruas. A greve geral está marcada para esta sexta-feira (14), em todo o Brasil, e é um ato em combate à reforma da Previdência.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Rodoviários do Recife e Região Metropolitana (Sttrepe), Benilson Custódio, uma possível paralisação tem que ser decidida com "cautela", por causa da proposta do aumento salarial da categoria. "Uma campanha já foi protocolada, os patrões já têm inclusive uma procuradora. A gente para tomar uma decisão dessa tem que ser em votação colegiada", alegou Benilson. 

De acordo com Aldo Lima, líder da oposição 'Rodoviária O Guará', a paralisação deve acontecer até mesmo com a decisão contrária do sindicato. "Estamos nos organizando. Toda categoria ou, pelo menos 90% dela, está de acordo com a paralisação", argumentou. Ainda segundo o oposicionista, o grupo está realizando visitas às garagens das empresas para convocar os profissionais para paralisarem as atividades nesta sexta-feira.

Ainda segundo o opositor, a maioria dos profissionais é contra a reforma da Previdência, mas está difícil mobilizar toda a categoria sem o apoio do sindicato oficial. "Nós trabalhamos com plano A, B e C. Se não conseguirmos parar os carros na garagem, os profissionais vão se manifestar de alguma forma", explicou.

Metroviários

Os metroviários de Pernambuco confirmaram que irão aderir à greve geral, marcada para a próxima sexta-feira (14). A decisão foi tomada em assembleia realizada na segunda-feira (10), na Estação Recife do Metrô. A pauta da greve geral é contra a reforma da previdência, proposta pelo atual Governo Federal.

A reportagem do Jornal do Commercio tentou entrar em contato com a Companhia Brasileira de Trens Urbanos do Recife (CBTU), para saber se a paralisação será geral ou se haverá esquema especial em horários de pico. Até o momento da publicação da matéria, não obteve retorno.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.