Acidente de kart

Vítima de acidente em kart passa por cirurgia para reconstrução das pálpebras


Débora Sthefany foi transferida para o Hospital especializado, em Ribeirão Preto, em São Paulo, onde passou pela cirurgia

ISABEL CRISTINA ARAUJO DO NASCIMENTO
ISABEL CRISTINA ARAUJO DO NASCIMENTO
Publicado em 22/08/2019 às 16:44
Arquivo pessoal
FOTO: Arquivo pessoal
Leitura:

A auxiliar de ensino Débora Sthefany Dantas de Oliveira, de 19 anos, está consciente e orientada após passar por cirurgia nesta quinta-feira (22) no Hospital Especializado de Ribeirão Preto, em São Paulo, para reconstrução das pálpebras. A informação foi dada em nota emitida na tarde desta quinta pelo hospital. A jovem sofreu um escalpelamento após seu cabelo enroscar no motor de um kart no último dia 11 de agosto em um espaço que funcionava no supermercado Walmart, no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife.

Confira a nota completa

A paciente Débora Dantas de Oliveira foi submetida a reconstrução das pálpebras superiores, e feita a preparação da área remanescente para reconstrução definitiva. A cirurgia transcorreu sem intercorrências e a paciente está consciente e orientada.

Walmart

Em nota, o supermercado informou que, desde o acidente, a empresa tem prestado todo o suporte necessário à Débora. Além do noivo, que já está em Ribeirão Preto-SP, a paciente escolheu mais uma pessoa para acompanhá-la no tratamento. A empresa está providenciando a viagem dessa nova acompanhante até o Interior de São Paulo. Todo contato com a empresa é feito por meio do advogado de Débora.

Relembre o acidente

O acidente aconteceu no dia 11 de agosto, em uma pista de kart, localizado no estacionamento do supermercado Walmart, em Boa Viagem, Zona Sul do Recife. Débora Stefany Dantas Oliveira, de 19 anos, teve o couro cabeludo arrancado após o cabelo ser puxado pelo motor do carro de kart. Ela foi encaminhada ao Hospital da Restauração, na área central do Recife, onde passou por cirurgias de reconstrução. No entanto, o implante foi rejeitado e a garota precisou ser transferida para um hospital em Ribeirão Preto (SP).

Ajuda

Com o intuito de cooperar no custeamento da recuperação física, mental e social de Débora, a comunidade do Desafio Pernambucano de Kart indoor (DPKin) criou uma vaquinha virtual para a jovem. O espírito solidário já atingiu 81 pessoas até o meio-dia desta quarta-feira (21) que, juntas, ofertaram cerca de oito mil reais.

O recifense Aureliano Correia Faria Neto, de 40 anos, é o integrante da comissão organizadora da DPKin e conta que o grupo se sensibilizou ao ouvir sobre a história da jovem e decidiu ajudá-la. ‘Nossa intenção é de reunir o dinheiro para que ela possa se sustentar financeiramente até voltar a exercer as atividades rotineiras', disse Neto.

De acordo com o membro, o combinado com a família de Débora é de que quando a vaquinha for encerrada e atingir o objetivo de 50 mil reais arrecadados, o valor será entregue diretamente para a conta da vítima. ‘O valor não será direcionado para o tratamento, porque sabemos que as empresas responsáveis estão custeando, mas sim para sua recuperação dela', completou o competidor.

>>>Confira outras reportagens sobre o caso<<<

>>>Escalpelamento: Delegado afirma que dono de kartódromo pode ser indiciado por lesão corporal<<<

>>>Namorado e sogra da vítima de acidente em kart prestam depoimento<<<

>>>Procon interdita espaço para corrida de kart na Torre<<<

>>>Vítima de acidente em kart precisa de nova cirurgia e médicos indicam ser fora do Brasil<<<

Mais Lidas