DENúNCIA

Mãe que esperava gêmeos fica surpresa com nascimento de apenas um filho

Exames de ultrassom e médicas que acompanharam a gestação alegaram que a mãe estava grávida de dois meninos

Mãe que esperava gêmeos fica surpresa com nascimento de apenas um filho

Imagens da ultrassom realizada pela jovem - Foto: Bruno Campos/TV Jornal

O parto de uma adolescente de 15 anos é alvo de denúncia por parte da família da jovem, que não teve o nome revelado. Isso porque a expectativa era de uma gravidez que daria à luz a dois meninos. Porém, após uma cesária no Hospital Memorial Guararapes, em Prazeres, Jaboatão, no dia seguinte à sua internação, apenas um dos bebês foi entregue. A família busca esclarecimentos para saber se o erro foi, de fato, dos exames que apontaram a gravidez de gêmeos ou da equipe médica do hospital. O caso está com a Polícia Civil, que já intimou os médicos e o corpo técnico para prestar esclarecimentos.

Segundo a família da jovem, durante os nove meses de gravidez, dois ultrassons foram realizados em clínicas privadas diferentes e, em ambos, foram mostrados dois fetos. O último exame foi feito no dia 8 de agosto, aos oito meses de gestação da jovem.

Para a família não havia dúvidas. Os exames identificavam o peso, posições e medidas dos dois fetos. Os procedimentos foram realizados com pediatras especializados em nascimento de gêmeos. A adolescente começou o pré-natal nos primeiros quatro meses de gestação e passou por quatro consultas com médicos diferentes no Instituto Humanize.

 

O que diz a avó

De acordo com a avó, o hospital não permitiu que ela entrasse na sala até que a segunda pediatra chegasse ao bloco cirúrgico. E que, quando entrou, já estavam realizando procedimentos em sua filha, mas não sabe se alguma criança já tinha nascido naquele momento.

"Quando chegou na porta, me informaram que ela ia entrar, que ia organizar a sala de cirurgia e que eu tinha que esperar uma roupa chegar. Eu aguardei. Isso tudo demorou meia hora. Depois que eu entrei na sala de cirurgia, minha filha já estava deitada, já estava anestesiada e eles já estavam mexendo", disse a avó. "A única coisa que eles diziam é que isso acontece, que era erro clínico. Eu fiz 'como se as ultrassons acusavam gêmeos,'", complementou a mãe da adolescente.

Ela só assistiu ao parto de um dos netos e, por isso, questionou os médicos sobre a outra criança ainda na sala de cirurgia, e eles, segundo ela, alegaram a possibilidade de erro no exame de ultrassom realizado pela mãe, pois não havia outro feto.

Leia mais no JC Online

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.