POLUIçãO

Ibama diz que ''manchas'' em praias é petróleo e que não é do Brasil

O caso também foi registrado em Pernambuco

Ibama diz que ''manchas'' em praias é petróleo e que não é do Brasil

As manchas apareceram em praias de diversos estados do Nordeste. - Foto: Foto: Cortesia/WhatsApp

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) divulgou, nesta quinta-feira (26), que as manchas negras que têm aparecido em praias do Nordeste, desde o início de setembro, e chegaram a atingir 99 locais em 46 municípios de oito Estados é petróleo, mas não é brasileiro. Em Pernambuco, as manchas escuras foram encontradas por banhistas na praia de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife.

A Agência Estadual do Meio Ambiente (CPRH), confirma que o material também foi visto nas praias Del Chifre, em Olinda; Candeias, em Jaboatão dos Guararapes; Gamboa, em Ipojuca; Ilha de Cocaia e Paiva, no Cabo de Santo Agostinho; e Carneiros e Tamandaré.

Com o objetivo de saber a causa, o IBAMA que está está investigando o caso afirma ainda não saber de onde ele viria. Mas, segundo a Petrobras, trata-se de óleo cru, que não é produzido no Brasil

Pontos afetados em PE

De acordo com o Ibama, foram registrados 16 pontos com manchas de óleo no estado, confira.
Cabo de Santo Agostinho - Ilha Cocaiae Praia do Paiva
Goiana - Catuama e Pontas das Pedras
Ilha de Itamaracá - Praia do Forte Orange
Ipojuca - Praia de Gamboa, Porto de Galinhas e Praia de Nossa Senhora do Ó
Jaboatão dos Guararapes - Candeias e Piedade
Olinda - Praia de Dell Chifre
Paulista - Conceição e Pau Amarelo
Recife - Boa Viagem
Tamandaré - Carneiros e Tamandaré

Estados afetados

Alagoas: 12 locais
Ceará: 6 locais
Maranhão: 9 locais
Paraíba: 16 locais
Pernambuco: 16 locais
Piauí: 2 locais
Rio Grande do Norte: 41 locais
Sergipe: 4 locais

Animais afetados

No Estado de Pernambuco, um telespectador, que não quis se identificar, enviou imagens de duas tartarugas mortas e sujas por uma substância escura e oleosa, na praia de Cocaia, próximo ao Porto de Suape, no Cabo de Santo Agostinho. De acordo com a Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), os animais morreram por causa do piche que chegou ao litoral pernambucano. Segundo ainda a CPRH, as causas do aparecimento das manchas de óleo estão sendo avaliadas.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.