VANDALISMO

Homem joga coleira de animal em cabos de energia do metrô

Segundo a CBTU, os casos captados estão sendo encaminhados à Polícia Federal

Homem joga coleira de animal em cabos de energia do metrô

De acordo com a CBTU, a ação poderia ter causado a paralisação do sistema. - Foto: Foto: Reprodução/CBTU

Um homem foi flagrado por imagens do circuito interno de monitoramento do metrô do Recife, nesta segunda-feira (30), jogando uma coleira de cachorro na rede aérea. Os cabos são responsáveis por alimentar os trens de energia. A ação, segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos do Recife (CBTU), poderia ter causado a paralisação do sistema.

No vídeo, é possível observar que o homem aparece andando pela plataforma com o objeto na mão. Logo em seguida, o objeto é atirado em cima da fiação.

Resposta da CBTU

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos do Recife (CBTU) informa que os casos captados estão sendo encaminhados à Polícia Federal. "A empresa ressalta que vandalismo é crime passível de punição com pena de detenção de seis meses a três anos e multa. Os casos de dano ao patrimônio dentro do Metrô do Recife são registrados internamente pela CBTU e estão sendo encaminhados à Polícia Federal, órgão competente para investigar essas ocorrências", diz trecho do comunicado.

Paralisações

Só neste ano, os usuários do metrô do Recife vêm enfrentando diversos problemas que paralisaram a operação do sistema. No início de setembro, na quinta-feira (5), o ramal Camaragibe teve o serviço interrompido devido a um rompimento de cabo da rede. A operação no ramal e na estação Coqueiral ficou paralisada por mais de 24h.

Já no dia 26 de julho, também no ramal Camaragibe, o serviço foi interrompido após uma pane elétrica perto da estação Coqueiral. Uma rede de pesca, encontrada em cima de um dos trens, teria provocado o problema.

No dia 22, a linha Sul do metrô passou quatro horas paralisada depois que um trem apresentou falha na alimentação de energia e parou entre as estações Tancredo Neves e Shopping. Com a quebra, os passageiros desceram do trem e andaram pelos trilhos. No dia 18 de agosto, a linha Centro passou quatro dias sem funcionar por causa de problema nos cabos de energia que alimentam os trens.

Confira outras informações no JC Online.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.