PROTESTO

''Déficit de oito milhões de brasileiros sem teto'', diz integrante de movimento social

Protesto pedindo direito à moradia foi realizado nesta segunda-feira (07)

''Déficit de oito milhões de brasileiros sem teto'', diz integrante de movimento social

Passeata teve início às 15h desta segunda-feira (07) - Foto: Monitoramento/CTTU

Famílias de baixa renda e representantes de movimentos sociais se reuniram, no Bairro do Recife, na tarde desta segunda-feira (07), com faixas e cartazes. Os manifestantes cobraram do poder público o direito à moradia. O ato começou no Marco Zero e, em seguida, foi pela Avenida Alfredo Lisboa, que foi parcialmente bloqueada. Agentes de trânsito orientaram os motoristas que passavam pelo local durante o protesto.

Ocupação

Em Pernambuco, o Movimento Nacional de Luta pela Moradia (MNLM) e a Organização e Luta dos Movimentos Populares de Pernambuco (OLMP) ocuparam três terrenos no Recife, Paulista e Olinda, no Grande Recife.

"Nós queremos denunciar o desmonte do 'Minha Casa, Minha Vida, a nível nacional. Esse desmonte começou no governo Temer e radicalizou mais através do ministro Paulo Guedes. A gente não tem nenhuma perspectiva de contratação de novos projetos. A gente tem um déficit de oito milhões de brasileiros sem teto. Em Pernambuco, são 400 mil", afirmou Paulo André, do MNLM, em entrevista ao Jornal do Commercio. 

Dia Mundial dos Sem Teto

A manifestação fez parte de uma mobilização nacional e marcou o Dia Mundial dos Sem Teto. Durante o protesto, os pedidos de liberação de recursos para a construção de moradias populares e a implementação de políticas públicas que garantam o direito à moradia, eram entoados.

 

Confira outras notícias desta segunda-feira (08)

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.