Tragédia

Justiça concede liberdade provisória ao caminhoneiro que atropelou menina de 5 anos

A decisão foi tomada pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco em audiência de custódia

ISABEL CRISTINA ARAUJO DO NASCIMENTO
ISABEL CRISTINA ARAUJO DO NASCIMENTO
Publicado em 11/10/2019 às 14:14
Imagem: Bruno Campos / TV Jornal
FOTO: Imagem: Bruno Campos / TV Jornal
Leitura:

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) concedeu liberdade provisória ao caminhoneiro que atropelou a menina Emilly Raniele da Silva Nascimento, de 5 anos, após audiência de custódia no Fórum de Jaboatão dos Guararapes, nesta quinta-feira (10). A criança estava empurrando uma bicicleta, em cima da calçada, próximo ao meio fio. De acordo com a mãe, ela se assustou com o barulho do motor do caminhão e acabou sendo esmagada pelo veículo.

Medida cautelar

De acordo com o TJPE, como medida cautelar, o acusado não pode se ausentar da região onde reside por mais de oito dias sem comunicação prévia e deve comparecer mensalmente ao Juízo para comprovar as atividades exercidas.

>>>Menina de 5 anos é atropelada enquanto voltava de culto em Jaboatão

Relembre o caso

Emilly Raniele da Silva Nascimento, de 5 anos, estava voltando pra casa, na quarta-feira (09), após sair de um culto, no bairro de Jardim Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, acompanhada da mãe e de uma vizinha. A mãe da vítima contou que a criança se assustou com o barulho do motor do caminhão que estava passando pela avenida e foi esmagada pelo veículo.

Alta velocidade

O acidente aconteceu bem próximo à casa de Emilly, na Avenida José de Souza Rodovalho. A mãe da criança disse ainda que o motorista do caminhão estava em alta velocidade e não parou para prestar socorro.

Mais Lidas