POLíTICA

Bolsonaro e Paulo Câmara ''disputam'' para ver quem criou 13º Bolsa família

O prefeito do Recife, Geraldo Júlio, se posicionou a favor do governador de Pernambuco

Bolsonaro e Paulo Câmara ''disputam'' para ver quem criou 13º Bolsa família

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem - Foto: Reprodução/Rádio Jornal

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) usou as redes sociais para criticar o governador Paulo Câmara (PSB) em uma tentativa de cobrar a paternidade do 13º do Bolsa Família. O socialista rebateu, enfatizando que anunciou a iniciativa em agosto do ano passado, durante a campanha eleitoral e antes do presidente.

Acusações

No perfil do Facebook, o presidente chamou o governador de “espertalhão” ao compartilhar um vídeo de um apoiador de Toritama. Nele, Abimael Santos faz duras críticas ao socialista e acusa o governador de “surfar” na ação do governo federal, que enviou uma medida provisória para conceder o mesmo benefício em todo o Brasil.
Pelo Twitter e em nota divulgada à imprensa, Paulo Câmara afirmou que Bolsonaro faz uma “tentativa de criar inimigos”. “Eu acho válido que ele, um crítico ferrenho do Bolsa Família, tenha resolvido, depois de nós, também pagar mais uma parcela aos beneficiários”, ironizou.

Esclarecimento de Paulo Câmara

Na nota, Paulo Câmara cobrou um posicionamento de Bolsonaro sobre a crise ambiental no Nordeste provocada pelas manchas de óleo que atingem o litoral. “Seria muito mais útil ao país um posicionamento do presidente sobre este tema”, afirmou.

Defesa de Geraldo Júlio

O prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), saiu em defesa do governador Paulo Câmara (PSB) na disputa pela "paternidade" do 13º do Bolsa Família.

Por nota, o chefe do Executivo municipal reforça que, diferente da acusação feita pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), o governador de Pernambuco apresentou a proposta ainda no primeiro turno durante campanha para a reeleição em 2018. "Diante da desrespeitosa declaração dada pelo Presidente da República em suas redes sociais ao povo pernambucano e ao Governador de nosso Estado, quero prestar todo meu apoio ao Governador Paulo Câmara, que apresentou o 13º do Bolsa Família Pernambuco como proposta ainda no primeiro turno da sua campanha de reeleição e tirou o compromisso do papel ainda antes de começar o segundo mandato", declarou.

>>>Leia mais detalhes no JC Online

>>>Leia mais detalhes no Blog de Jamildo

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.