DESASTRE AMBIENTAL

Secretário de Saúde de PE diz que é preciso evitar contato com óleo e praias atingidas

"A recomendação atual é evitar o contato com o óleo'', disse o secretário, André Longo

Secretário de Saúde de PE diz que é preciso evitar contato com óleo e praias atingidas

Voluntários trabalham na retirada do óleo em Pernambuco - Foto: Chico Bezerra/Divulgação

Diante do desastre ambiental, com a presença das manchas de óleo no litoral de Pernambuco e do Nordeste, o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, recomendou que a população evite tomar banho de mar e não mantenha contato com as praias afetadas. Ainda de acordo com o secretário, em entrevista nesta quarta-feira (23), a recomendação não se limita ao contato com a água e também serve para a areia das praias.

"A recomendação atual é evitar o contato com o óleo. Então, havendo óleo visível naquela praia onde está a pessoa, deve-se evitar o banho para não haver o contato com o óleo. Essa mesma orientação serve para a areia; se houver óleo na areia, evitar o contato com o óleo ali na areia", disse.

Alimentos marinhos

De acordo com o secretário, em relação ao consumo de peixes e frutos do mar, não houve medidas restritivas por parte das vigilâncias sanitárias, nem no nível da União, dos estados e nem dos municípios "Nós estamos com esse problema no litoral desde 2 de setembro. Não houve nenhuma medida restritiva, até o momento, determinada nem pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, nem pelas vigilâncias estaduais e municipais", informou o secretário.

Entretanto, segundo a nutricionista Andréa Mendonça, o óleo causa intoxicações e pode gerar um câncer. "Caso a pessoa consuma o pescado e seja muito sensível, pode desenvolver uma gastroenterite (irritação e inflamação do estômago e o intestino), alguma doença decorrente dessa contaminação. Caso as ações não aconteçam de forma eficiente e esse óleo passe a se acumular nos pedaços, o risco de contaminação é maior porque pode estar com uma grande quantidade de benzeno (ligado aos processo de produção de petróleo), que extremamente cancerígeno'', comentou.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.