AUMENTO

Preço do gás de cozinha tem novo reajuste e fica mais caro

No geral, cinco ajustes foram feitos em 2019

Preço do gás de cozinha tem novo reajuste e fica mais caro

O preço de venda nas refinarias da Petrobras representa cerca de 40% do preço final do botijão - Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

A empresa Petrobras reajustou o preço de venda do gás de cozinha em 4% a partir desta segunda-feira (25). A medida foi anunciada na última sexta (22) pela estatal, que também decidiu aumentar o preço do gás liquefeito de petróleo (GLP) industrial e comercial em 0,6%. Com a alta, o preço dos dois produtos será igualado. Isso significa que, se o gás de cozinha custa, por exemplo, R$ 100, ele passaria a custar R$ 104, depois do reajuste.

Aumento

Este é segundo aumento seguido no preço do gás para botijões de 13 quilos, o popular gás de cozinha, em um mês. Em outubro, a Petrobras anunciou alta média de 5%. Com cinco ajustes no ano, sendo quatro aumentos e uma queda de 8,2%, o combustível tem alta acumulada de 4,8%.

Preço

O preço de venda nas refinarias da Petrobras representa cerca de 40% do preço final do botijão. O restante corresponde a margens de lucro e impostos.

Política de preços

A política de preços da Petrobras prevê o acompanhamento das cotações internacionais, usando médias de 12 meses, com o objetivo de evitar o repasse ao consumidor brasileiro de efeitos sazonais, como aumento do consumo durante o inverno no hemisfério norte

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.