JUSTIçA

João de Deus é condenado a 19 de prisão por crimes sexuais contra mulheres

O médium está preso desde 2018

João de Deus é condenado a 19 de prisão por crimes sexuais contra mulheres

João de Deus nega as acusações - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A juíza Rosângela Rodrigues, da comarca de Abadiânia (GO), condenou o médium João de Deus a 19 anos e quatro meses de prisão. A decisão foi tomada, nesta quinta-feira (19), e é a primeira condenação dele por causa das acusações de abusos sexuais contra mulheres que atendia na Casa Dom Inácio de Loyola, interior de Goiás.

O médium está preso há um ano e já havia sido denunciado 11 vezes pelo Ministério Público por crimes sexuais. João Teixeira de Faria, 78 anos, também responde por falsidade ideológica, corrupção de testemunha e coação.

Denúncias

De acordo com o jornal Correio da Bahia, mais de 300 denúncias de mulheres contra João de Deus foram recebidas pelo MP-GO e 194 deram andamento aos processos.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.