LUTO

Cláudia Bezerra, sexta vítima do deslizamento, é enterrada no Recife

O enterro aconteceu no cemitério de Santo Amaro e foi marcado por muita dor e comoção.

Cláudia Bezerra, sexta vítima do deslizamento, é enterrada no Recife

Familiares da vítima apresentavam um semblante de dor e sofrimento - Foto: Reprodução/TV Jornal

Unidos por orações e pela busca de conforto diante da despedida precoce, parentes e amigos velaram o corpo de Cláudia Bezerra, de 47 anos. A família seguiu o cortejo em direção ao cemitério de Santo Amaro, na área central do Recife.

>> Veja quem são as vítimas do deslizamento de barreira no Recife

>> Deslizamento de terra deixa mortos, feridos e desaparecidos no Recife

>> Sobe o número de pessoas mortas após deslizamento de barreira

Ela foi uma das sete vítimas fatais do deslizamento de terra que aconteceu na madrugada da última terça-feira (24), no bairro de Dois Unidos, na Zona Norte da cidade. A guarda da única filha de Cláudia ficou para Claudjane Monteiro, amiga íntima da vítima. Segundo ela, a ligação da menina com a mãe sempre foi muito forte, apesar das dificuldades. 

A esposa de Cláudia, Lia de Oliveira,  de 45 anos também faleceu na tragédia. O corpo dela será sepultado no Maranhão, estado onde ela nasceu.

Avó e neta

As despedidas de Lucimar Alves, de 50 anos, e Daffyne Kauane Alves, de 9, aconteceram no final da manhã de hoje (25), também no Cemitério de Santo Amaro. Segundo parentes, avó e neta eram muito próximas. O momento foi marcado por muita dor e sofrimento dos familiares.

O enterro contou também com a presença dos sobreviventes do desastre. 

>>>Dor e comoção: avó e neta vítimas do deslizamento são enterradas no Recife

>>>Corpos da mãe e bebê vítimas do deslizamento são enterrados no mesmo túmulo, no Recife

>>>Polícia investiga se rompimento de canos causou deslizamento no Recife

Sobreviventes

Cristina Gomes, foi a última das sobreviventes a deixar o hospital. No corpo dela, ainda estão as marcas da tragédia. Luiz Tadeu e Otoniel Simeão, os outros dois sobreviventes, também acompanharam o enterro de Lucimar e Daffyne. Otoniel era casado com Lucimar, e avô de Daffyne.  Ele cobra apuração e responsabilidade pelas mortes da mulher e da neta.

Mãe e filho

Dor e tristeza também em palmares, a 120 quilômetros do Recife, na Zona da Mata Sul de Pernambuco, onde foram enterrados, nesta quarta-feira (25), Érica Virginia, de 18 anos, e o filho dela, Erick Junior, de apenas 2 meses. Mãe e o filho foram sepultados no mesmo túmulo, no Cemitério Municipal Parque das Palmeiras. Foi um momento de muita dor para parentes e amigos.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.