CLáSSICO DOS CLáSSICOS

Dois gols contra marcam empate entre Náutico e Sport na estreia do PE

No primeiro clássico do ano, Náutico e Sport ficaram no 1 a 1

Dois gols contra marcam empate entre Náutico e Sport na estreia do PE

Náutico e Sport empataram na estreia do Campeonato Pernambucano. - Foto: Leo Motta/JC Imagem

Fernando Castro

No primeiro clássico da temporada, pela 1ª rodada do Campeonato Pernambucano, o favoritismo alvirrubro não se fez presente. Em uma partida marcada pela igualdade, Náutico e Sport ficaram no empate em 1×1, neste domingo (19), no estádio dos Aflitos. O detalhe curioso é que os dois gols da partida foram contra. No primeiro tempo, o atacante alvirrubro Salatiel marcou a favor do Sport, enquanto na segunda etapa, o zagueiro rubro-negro Chico balançou as redes a favor do Náutico.

Depois do Clássico dos Clássicos, o Sport volta a campo na próxima quarta-feira e recebe o Vitória, na Arena de Pernambuco, pelo Campeonato Pernambucano. Já o próximo compromisso do Náutico é pela Copa do Nordeste, na próxima quinta-feira, quando recebe o River-PI, nos Aflitos. Pelo Estadual, o Timbu só volta a jogar no próximo domingo, contra o Petrolina, fora de casa.

LEIA MAIS

>Com cenários distintos, Náutico e Sport se enfrentam na estreia do Campeonato Pernambucano

>Tricampeão, Sport volta em grande estilo para Copa do Nordeste 2020

>Náutico busca o título inédito da Copa do Nordeste

O JOGO

Com a bola rolando, os primeiros minutos de jogo foram de muito estudo entre as equipes. Com o ritmo mais leve dentro de campo, o Náutico adiantava a marcação na tentativa de dificultar a saída de jogo do Sport. Com dois laterais de origem no setor, o time rubro-negro apostava mais no lado esquerdo, principalmente com Vicente, que atuou mais avançado.

A perspectiva de favoritismo do Náutico no clássico não se confirmou durante o primeiro tempo. Mesmo sem poder contar com a força máxima do elenco, já que foi punido pela Câmara Nacional de Resoluções de Disputas (CNRD) e não conseguiu inscrever novos jogadores no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, o Sport igualou as ações com uma forte marcação.

Sem uma saída de bola qualificada e com dificuldades para criar jogadas ofensivas, o Náutico apostava em cruzamentos na área e arremates de longe do meia Jean Carlos. Com o jogo igual, o Sport conseguiu fazer o primeiro gol na reta final da primeira etapa, aos 45 minutos. Após escanteio cobrado pelo meia Pablo Pardal, o atacante alvirrubro Salatiel desviou e mantou a bola para as próprias redes, colocando o Leão na frente do placar.

 

SEGUNDO-TEMPO

Logo no início do segundo tempo, o clássico ganhou um ingrediente a mais. Aos nove minutos, o lateral-esquerdo Sander foi expulso. O capitão rubro-negro cometeu falta no atacante Salatiel e recebeu o segundo cartão amarelo. Na cobrança de falta, o meia Jean Carlos acertou a bola no travessão e por pouco não empatou o placar.

Com um jogador a mais na partida, o técnico Gilmar Dal Pozzo resolveu colocar o Náutico para frente. O atacante Erick foi acionado na vaga do volante Rhaldey, dando mais ofensividade ao time. Pouco tempo depois, o time alvirrubro chegou ao gol de empate. Após cobrança de falta, foi a fez do Sport fazer o seu gol contra no jogo. Pressionado por Fernando Lombardi, o zagueiro Chico acabou cabeceando contra o próprio gol.

Depois do gol de empate, o Náutico ensaiou uma pressão em busca da virada, mas não durou muito tempo. O Sport se portou bem defensivamente após as mudanças do técnico Guto Ferreira e ainda conseguiu assustar a defesa alvirrubra nos contra-ataques, mas sem conseguir mudar o placar final do clássico.

FICHA DO JOGO

Náutico: Jefferson; Bryan, Rafael Ribeiro (Diego Silva), Fernando Lombardi e Wilian Simões; Josa, Rhaldney (Erick) e Jean Carlos; Matheus Carvalho, Álvaro (Jorge Henrique) e Salatiel. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Sport: Maílson; Ewerton, Chico, Adryelson e Sander; Wilian Farias, Alê Santos (Pedro Maranhão), Pablo Pardal e Vicente (Cleberson); Juninho (Ronaldo) e Elton. Técnico: Guto Ferreira.

Árbitro: Michelangelo Almeida Júnior. Assistentes: Clóvis Amaral e Marcelino de Castro. Gols: Salatiel, contra, aos 45′ do 1ºT; Chico, contra, aos 17′ do 2ºT. Cartões amarelos: Rhaldney e Fernando Lombardi (Náutico); Sander e Ronaldo (Sport). Cartão vermelho: Sander (Sport). Público: 7.270 pessoas. Renda: R$ 135.180,00.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.