OPORTUNIDADE

Prefeitura do Recife abre seleção pública para agente de saúde; saiba como concorrer as vagas

A seleção dos candidatos é feita por meio de uma prova

Prefeitura do Recife abre seleção pública para agente de saúde; saiba como concorrer as vagas

O edital foi publicado no Diário Oficial do Recife - Foto: Reprodução/Pixabay

Com informações do JC Online

O Diário Oficial do Recife publicou nesta terça-feira (28), a abertura de uma seleção pública oferecendo 72 vagas, com direito a cadastro de reserva, para Agente Comunitário de Saúde (ACS).

Conforme o edital, a carga horária semanal dos profissionais aprovados será de 40 horas e a atuação ocorrerá nas áreas estratégicas de Saúde da Família e no Programa de Agentes Comunitários de Saúde.

Para concorrer a uma vaga é necessário ter certificado de conclusão do ensino médio emitido por instituição reconhecida pelo MEC e residir no bairro de atuação desde a data da publicação do Edital. Ainda de acordo com o DO, o salário será R$ 1.250.

>>Prefeitura de Paulista abre seleção para médicos com salários de até R$ 11,9 mil

>>Seleção tem vagas temporárias com salários de até R$ 4.590

Inscrições

Os candidatos que desejam se candidatas as vagas podem realizar as inscrições a partir da próxima quinta-feira (30) até o dia 3 de março, através do site www.upenet.com.br.  A taxa custa R$ 33,40 e pode ser paga em qualquer agência bancária.

Provas

A seleção dos candidatos é feita por meio de uma prova de conhecimento que está prevista para o dia 22 de março, em local a ser definido pela banca organizadora, obterá 50 questões. O resultado final da seleção tem previsão de ser divulgado em 21 de maio.

A prova objetiva tem três partes: língua portuguesa, matemática e conhecimentos específicos sobre o Sistema Único de Saúde (SUS) e saúde coletiva.

Atribuições

De acordo com o edital, o aprovado precisará :

1. Participar de ações de promoção, prevenção, proteção e reabilitação da saúde em nível individual e coletivo;

2. Cumprir com as atividades de prevenção de doenças e promoção da saúde, mediante ações domiciliares ou comunitárias, individuais ou coletivas, desenvolvidas com as diretrizes do SUS e sob supervisão;

3. Realizar visitas domiciliares com finalidade de realizar cadastramento das famílias, mapeamento da área, identificação de micro-áreas de risco e desenvolver atividades na unidade de saúde da família;

4. Realizar atividades de grupo e reuniões com organizações comunitárias e participar de atividades comunitárias eventualmente à noite ou nos finais de semana ou feriados, com acompanhamento, treinamento e avaliação do instrutor/supervisor de sua área ou do enfermeiro e médico da equipe de saúde da família;

5. Agendar visitas domiciliares de médico, enfermeiro ou cirurgião dentista para pacientes de sua área de atuação que estejam sem condição de deslocamento.

6. Atuar em equipe multiprofissional;

7. Colaborar com a organização da farmácia.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.