MEMÓRIA

TV Jornal e Rádio Jornal vão transmitir título do Santa Cruz no Nordestão de 2016


Transmissão das duas plataformas será neste sábado, às 18h

Giovanna Torreão Giovanna Torreão
Giovanna Torreão
Giovanna Torreão
Publicado em 04/06/2020 às 15:55
 DIEGO NIGRO/ JC IMAGEM
FOTO: DIEGO NIGRO/ JC IMAGEM
Leitura:

Por conta da pandemia do novo coronavírus que paralisou o mundo todo, a última partida do Santa Cruz foi no dia 15 de março, contra o Decisão, em um duelo válido pela penúltima rodada do Campeonato Pernambucano, onde o Tricolor venceu por 2x0 - já com o Arruda de portões fechados. A saudade está grande, mas o torcedor coral vai poder aliviar um pouquinho esse desejo de ver a Cobra Coral em campo. A TV Jornal vai transmitir, neste sábado, às 18h, a partida entre Campinense x Santa Cruz, válida pelo segundo jogo da final da Copa do Nordeste de 2016, que deu o título inédito ao time pernambucano. A partida também será transmitida pela Rádio Jornal e no mesmo horário.

A transmissão terá narração de Aroldo Costa, o Maior Gol do Mundo; e comentários de Carlyle Paes Barreto, o comentarista do Planeta Bola. Com o empate em 1x1 naquele 1º de maio de 2016, o Santa Cruz conquistou o Nordestão. A única conquista do Tricolor na competição é para muitos torcedores o maior título da história do clube. A transmissão Rádio Jornal será com Ralph de Carvalho, o comentarista Bola de Ouro que diz todas as verdades; e Alexandre Costa, o Explosão do Escrete.

O JOGO

Comandado pelo técnico Milton Mendes e tendo a esperança de gols no artilheiro Grafite, o Santa Cruz fez um bom primeiro tempo e poderia até ter saído vencedor. No entanto, a equipe coral não conseguiu acertar a pontaria e saiu sem balançar as redes. Pelo lado do Campinense, uma equipe que não conseguia pressionar o Tricolor mesmo diante de um estádio Amigão lotado. A única chance dos mandantes na primeira etapa foi numa cabeçada bem fraca do atacante Rodrigão.

No segundo tempo, o Santa Cruz teve duas chances para abrir o placar e não conseguiu fazer. E aí o velho ditado entrou em ação: quem não faz, leva. E, aos 25 da etapa final, o atacante Rodrigão, que estava sumido no jogo, mandou para o fundo das redes coral, deixando o placar favorável para o Campinense. Com esse resultado, a equipe coral estava perdendo o título, já que no Arruda a partida de ida tinha sido 2x1 para os tricolores pernambucanos.

No entanto, desistir não era uma palavra daquele Santa Cruz. Aliás, é um termo que não faz parte da história do Tricolor. Aos 33, Keno faz bela jogada pela esquerda, cruza rasteiro para Arthur Caíque, que chuta de primeira, mas o zagueiro bloqueia a finalização. Na volta, o mesmo Arthur Caíque mandou para o fundo do gol, empatando a partida.

A partir daí, foi colocar ainda mais o coração em campo e conquistar o primeiro e único do Santa Cruz na Copa do Nordeste, para a explosão de milhares de tricolores espalhados por todo o mundo. Dos jogadores que entraram em campo naquele 1º de maio de 2016, apenas o zagueiro Danny Morais ainda está no Santa Cruz atualmente. Com o título, o Tricolor também garantiu vaga na Sul-Americana daquele ano.

FICHA TÉCNICA

Campinense: Glédson; Negretti, Joécio, Tiago Sala e Danilo; Fernando Pires, Magno, Raul (Filipe Ramon) e Roger Gaúcho (Adalgísio Pitbull); Jussimar (Tiago Pedra) e Rodrigão. Técnico: Francisco Diá

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Vitor (Bruno Moraes), Neris, Danny Morais e Tiago Costa; Uillian Correia, Leandrinho (João Paulo) e Lelê (Wellington Cézar); Arthur Caíque, Keno e Grafite. Técnico: Milton Mendes

OUÇA O GOL NA VOZ DE AROLDO COSTA

Mais Lidas