CHUVAS

Barragem rompe após fortes chuvas em Sairé, afirma prefeito do município

''Nunca foi visto esse volume de água em Sairé'', afirmou o prefeito de Sairé, Fernando Pergentino

Barragem rompe após fortes chuvas em Sairé, afirma prefeito do município

A barragem em Sairé, no Agreste de Pernambuco, rompeu por causa da chuva - Foto: Reprodução/Prefeitura de Sairé

Após fortes chuvas, nesta segunda-feira (15), uma barragem no município de Sairé, no Agreste de Pernambuco, se rompeu. Devido ao grande volume de água do Rio Sirinhaém que se espalha pela região. A orientação da Defesa Civil de Pernambuco (Codecipe) para os moradores é procurar um local seguro para evitar maiores tragédias. Vídeos que mostram a atual situação do local foram enviados para a produção da TV Jornal.

''O volume de água passando no rio (Sirinhaém) é muito forte. Essa barragem já tem 20 que foi construída. Infelizmente, por conta das chuvas, ela não aguentou e acabou 'sangrando'. Quando ela 'sangrou' por cima do paredão, houve o rompimento e e trouxe essa água com volume muito grande. (A água) passa aqui no sentido Limeira e Brejo da Guabiraba. A prefeitura tem tomado as suas precauções, comunicando e mandando o alerta. Nunca foi visto esse volume de água em Sairé, disse o prefeito de Sairé, Fernando Pergentino. 

Alerta

Em entrevista a Rádio Jornal, o secretário-executivo da Defesa Civil de Pernambuco (Codecipe), Coronel Lamartine, contou que a barragem é privada. Além disso, ele alertou para o risco da água atingir outras cidades do Estado.

''Toda essa água corre pela bacia hidrográfica do Rio Sirinhaém, então existe uma afetação imediata de Barra de Guabiraba, inclusive já existe uma equipe do Corpo de Bombeiros destacada para a eventual realização de algum salvamento. Na sequência, essa água vai pelos municípios de Cortês, Ribeirão, Gameleira e Sirinhaém. Então, a gente tem a possibilidade de afetação das comunidades ribeirinhas de todos esses municípios nas próximas dez horas”, contou. 

 

As prefeituras de Barra de Guabiraba e Cortês emitiram alertas nas redes socais para a população e reforçaram o pedido para as pessoas procurarem abrigo após informar que o grande volume de água vai checar aos municípios.

.

 

Nota da Defesa Civil

A Defesa Civil do Estado informa que vem acompanhando todos os municípios que foram atingidos com os maiores volumes de chuvas nas últimas 24 horas. Na central de atendimento, houve o registro de alagamentos em diversas cidades do Agreste e Zona da Mata, sendo que no município de Rio Formoso foram registrados 10 deslizamentos de barreiras e 8 famílias desalojadas, nos demais municípios, até o momento, não houve o registro de vítimas.

Amanhã pela manhã, as equipes técnicas visitarão os principais municípios atingidos com os Grupos de Apoio a Desastres, verificando a situação e orientando as Defesas Civis Municipais na atuação de recuperação e resposta aos danos causados pelas chuvas.

A Defesa Civil Estadual permanece em alerta 24 horas através da central pelos telefones 199 e 3181-2490.

Nota da Apac na íntegra

A Apac, com apoio da Coordenadoria de Defesa Civil do Estado de Pernambuco-CODECIPE está acompanhando o rompimento da barragem Guilherme Pontes, localizada nas proximidades do Sítio Estivas em Sairé-PE, agreste do Estado.

De acordo com a localização aproximada, pois a barragem particular não foi cadastrada pelo empreendedor, trata-se de uma barragem de terra com cerca de 8m de altura, 120m de comprimento e acumulação da ordem de 350mil metros cúbicos.

A barragem Guilherme Pontes, encontra-se construída em curso d’água afluente ao rio Sirinhaém, sendo recomendado a população seguir as orientações da defesa civil de seu município.

Nota do Governo de Pernambuco

A Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos, por meio da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), informa que está acompanhando o rompimento da barragem. O monitoramento é realizado com o apoio da Secretaria Executiva de Defesa Civil de Pernambuco.

De acordo com a localização aproximada, trata-se de uma barragem de terra com cerca de 8m de altura, 120m de comprimento e acumulação da ordem de 350mil metros cúbicos. O reservatório está construído em curso d’água afluente ao rio Sirinhaém. Dessa forma, é recomendado à população seguir as orientações da defesa civil de seu município.

Nas últimas 48h, o município de Sairé registrou um volume acumulado de chuvas de 112mm, 100% volume total esperado para o mês de junho. A previsão do tempo para a região agreste para esta terça-feira (16) é de tempo parcialmente nublado com pancadas de chuva de forma isolada no período da tarde e noite com intensidade fraca a moderada.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.