POLíTICA

Rádio Jornal: Sergio Moro fala sobre Bolsonaro e saída de Ministério

Sergio Moro deixou o cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública, há dois meses

Rádio Jornal: Sergio Moro fala sobre Bolsonaro e saída de Ministério

Ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro concedeu entrevista à Rádio Jornal - Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Com informações da rádio Jornal

O ex-ministro Sergio Moro participou de uma entrevista, na manhã desta terça-feira (24), na Rádio Jornal. Moro deixou o comando do Ministério da Justiça e Segurança Pública, há dois meses, alegando interferência do presidente da República, Jair Bolsonaro, no comando da Polícia Federal.

Durante a entrevista, ele afirmou que o governo Bolsonaro abandonou a agenda para implementar projetos de combate à corrupção no Brasil. 

>> Confira a entrevista com Sergio Moro, na íntegra

“O que me incomodou mais foi a falta de um apoio a agenda anticorrupção. Rodrigo Maia disse que quer colocar a PEC da prisão em Segunda Instância em agosto. Vai ser um teste para o país. Esse foi um ponto, por exemplo, que eu entendo que o presidente não cumpriu com sua palavra comigo”, criticou.

>> Ministro do STF retira sigilo de vídeo de reunião ministral citado por Sergio Moro como prova de interferência na PF

>> STF que autoriza PGR e Sergio Moro assistam vídeo de reunião ministerial

Agenda anticorrupção

Moro explicou os motivos que o levaram a entender que a agenda anticorrupção não era uma pauta prioritária do governo federal. "Na agenda anticorrupção, que era fundamental para mim que saí da Lava Jato, ficou a dever o apoio do Palácio do Planalto. No decorrer de 2019, houve uma série de situações que foram comprovando essa percepção, primeiramente com a falta de apoio e depois consolidada nessa interferência da Polícia Federal por motivos que eu não podia concordar", disse.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.