CORONAVÍRUS

Novo normal: Donos de bares e restaurantes adaptam estabelecimentos para reabertura

Instalações estão há mais de 100 dias fechadas no Recife. Empresários esperam reabertura em Julho para melhoria dos negócios

Novo normal: Donos de bares e restaurantes adaptam estabelecimentos para reabertura

Bares e restaurantes se preparam para reabertura - Foto: Wellington Lima - JC Imagem

Há mais de 100 dias com as portas fechadas ao público, inúmeros bares e restaurantes do Recife enfrentam uma realidade difícil. Muitos donos de estabelecimentos tiveram que demitir funcionários para cortar gastos e se reinventar diante do cenário da pandemia causada pelo novo coronavírus.

>>>Quarentena: veja atividades permitidas e suspensas em Caruaru e Bezerros

O delivery e o cadastro em aplicativos de entrega foi a saída para muitos. Mas mesmo assim, está difícil lucrar. "Já vivenciei várias crises mas nenhuma se compara a época atual", disse o empresário André Cordeiro, dono de um restaurante com mais de 26 anos de funcionamento nas Graças, Zona Norte da cidade.

Expectativa de reabertura

Os empresários mantém a expectativa de abertura para o mês de julho e já fizeram várias adaptações nas instalações, como marcação no piso pra garantir o distanciamento entre os clientes e dispositivos com álcool em gel, para higienização das mãos.

Protocolo de Prevenção

No Estado há pelo menos 15 mil bares e restaurantes, sendo 7 mil pequenas empresas. De acordo com a Abrasel-PE, Independentemente da data de retorno, a volta se dará com 50% da capacidade, além de continuar aplicando medidas para manter o distanciamento social e a higienização, conforme será definido em protocolo.

Data antecipada

A data de reabertura dos bares e restaurantes de Pernambuco foi antecipada. Anteriormente, no cronograma inicial do Plano de Convivência com a Covid-19 do Estado, o setor estava previsto para voltar apenas a partir da etapa 7 do plano, com apenas 50% da capacidade dos estabelecimentos. 

Porém, baseado em critérios do documento, como a tendência à estabilização da curva epidemiológica, o Governo determinou que a retomada do setor deverá começar durante a etapa 6. 

Contudo, a data exata de reabertura ainda não foi estabelecida pelo Governo. (veja nota de esclarecimento abaixo).

Nota de esclarecimento na íntegra

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco informa que a reabertura gradual e controlada dos serviços de alimentação (bares, restaurantes e lanchonetes), um dos segmentos previstos no “Plano de Convivência das Atividades Econômicas com a Covid-19”, foi antecipada da Etapa 7 para a Etapa 6, conforme informado em coletiva de imprensa realizada na noite de quarta-feira, dia 17.

Inicialmente, o retorno se dará com 50% da capacidade dos estabelecimentos. No entanto, ainda não tem data prevista e depende diretamente do comportamento dos indicadores monitorados diariamente pela Secretaria Estadual de Saúde.


Atenciosamente,

Gerência de Comunicação
Secretaria de Desenvolvimento Econômico
Governo de Pernambuco

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.