PANDEMIA

2,5 mil pacientes que tiveram coronavírus já receberam alta dos hospitais de campanha do Recife

De acordo com a prefeitura, dos mais de mil leitos abertos durante a pandemia, 300 foram desativados recentemente, após dias de queda nos indicadores

2,5 mil pacientes que tiveram coronavírus já receberam alta dos hospitais de campanha do Recife

De acordo com a prefeitura, dos mais de mil leitos abertos durante a pandemia, 300 foram desativados recentemente, após dias de queda nos indicadores - Foto: Divulgação/HMV

Nesta sexta-feira (31), a cidade do Recife chegou a 2.500 altas hospitalares de pacientes que estavam internados com o novo coronavírus em estruturas montadas pela gestão municipal. Ao todo, a rede já realizou o atendimento de 13.500 pessoas, das quais cinco mil precisaram ser internadas. Atualmente o Recife possui 724 leitos construídos para pacientes com a covid-19, sendo 342 da UTI e 382 de enfermaria.

De acordo com a prefeitura, dos mais de mil leitos abertos durante a pandemia do novo coronavírus, 300 foram desativados recentemente, após dias de queda nos indicadores da cidade.

“Transformamos terrenos, galpões sem uso, em enfermarias e UTIs que estão salvando vidas. Muito mais do que um número, cada pessoa dessa que voltou para casa curada representa muito para sua família, para os seus amigos e para toda a sociedade”, disse o prefeito Geraldo Julio.

Hospitais

Recife conta com sete hospitais de campanha e leitos em outras duas unidades de saúde dedicados a pacientes com a doença. Ainda segundo a prefeitura, cerca de 70% das pessoas internadas nos leitos são de fora do Recife. Além das estruturas, a gestão também destinou parte da rede de Atenção Básica à Saúde para atender os casos de coronavírus.

Atendimentos

Nas 20 unidades de referência da Atenção Básica já foram realizados 20 mil atendimentos. Com elas, também há a separação dos casos suspeitos e confirmados de pessoas que procuram os postos para vacinação, pré-natal e outras atendimentos.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.