COVID-19

Veja o protocolo completo da reabertura de órgãos e entidades públicas em Pernambuco

Apesar da divulgação do protocolo, o Governo de Pernambuco não informou a data para o retorno dos setores

Veja o protocolo completo da reabertura de órgãos e entidades públicas em Pernambuco

Palácio do Campo das Princesas, na Praça da República, no bairro do Recife - Foto: Acervo/JC Imagem

Nesta segunda-feira (03), o Governo de Pernambuco divulgou o protocolo que os órgãos e entidades públicas devem adotar para poder retomar as atividades presenciais e evitar a propagação do novo coronavírus. De acordo com o governo, em um primeiro momento, os órgãos e entidades do poder público adotaram o teletrabalho para os servidores que não estavam diretamente relacionados com a prestação de serviços essenciais. Apesar da divulgação do protocolo, o Governo de Pernambuco não informou a data para o retorno dos setores. 

>>OMS prevê que pandemia do novo coronavírus durará muito tempo

>>Infectologista responde como algumas pessoas possuem defesa contra o novo coronavírus mesmo sem terem sido infectadas

“É muito importante adotar protocolos sanitários para a retomada das atividades presenciais, a partir de uma ampla discussão democrática entre os atores envolvidos. Isso traz uma maior segurança e proteção aos usuários dos serviços, servidores públicos e demais colaboradores que atuam nos órgãos e entidades do governo”, disse a secretária de Administração, Marília Lins.

>>42 bares, restaurantes e outros estabelecimentos são notificados por irregularidades, afirma Prefeitura do Recife

Principais pontos do protocolo contra o coronavírus

  • Fornecimento de máscaras para servidores (as) ou empregados (as) públicos(as) e disponibilização de álcool 70% no ambiente de trabalho;
  • Grupo de Risco permanece desenvolvendo as atividades na forma remota, exceto quando for estritamente necessária a sua presença, enquanto perdurar a situação de emergência;
  • Servidor (a) ou empregado (a) público (a) que apresentar sintomas será afastado e testado, bem como aqueles (as) que tiveram contato direto;
  • Flexibilização do horário de início e término do expediente, para evitar aglomerações, com destaque para servidor(a) ou empregado(a) público (a)que utilize o transporte público, evitando o horário de pico do transporte público;
  • Distanciamento de 1,5 m entre as estações de trabalho, sendo os ambientes de trabalho higienizados, no mínimo, 4 (quatro) vezes ao dia;
  • Distanciamento mínimo de 1,5 m entre as pessoas e o limite máximo de 10 participantes, quando indispensável a realização de reuniões presenciais, preferindo, sempre que possível, reuniões à distância, por meio de ferramentas online;
  • Distanciamento em elevadores e limitação de passageiros em veículos oficiais.

O plano de retomada dos servidores às atividades presenciais será gradual e progressivo, dividido em três fases. Ele terá início após a decisão do Comitê Estadual Socioeconômico de Enfrentamento ao Coronavírus, finalizando após a revogação do Decreto Estadual nº 48.809, de 14 de março de 2020.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.
  • Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
  • Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.