PRORROGAçãO

Prorrogado: Auxílio emergencial vai até fim do ano; confira novo valor

O auxílio emergencial ganhou mais parcelas, com valor alterado.


Prorrogado: Auxílio emergencial vai até fim do ano; confira novo valor

Auxílio emergencial será prorrogado até dezembro, com parcela de R$ 300 - Foto: Leonardo Sá - Agência Senado

Agência Senado | Com informações da Agência Brasil

O vice-líder do governo, senador Chico Rodrigues (DEM-RR), confirmou, nessa quinta-feira (20), que o auxílio emergencial, pago a trabalhadores informais e desempregados, será prorrogado até dezembro.

>> Auxílio emergencial será prorrogado até dezembro com parcela de R$ 300

 

O valor, no entanto, será reduzido. As futuras parcelas serão de R$ 300, metade do valor pago atualmente, R$ 600. Os detalhes da prorrogação devem ser formalizados pelo governo na terça-feira (25), em cerimônia no Palácio do Planalto

"Essa foi uma definição junto à equipe econômica por entender que é um valor que vai continuar ajudando todos aqueles que estão passando por essa crise e estão precisando de um apoio do Governo Federal."

 

 

>> Auxílio emergencial: Veja se recebe 1º, 2º, 3º, 4º ou 5º parcela nesta sexta (21)

>> Auxílio emergencial: prazo para desbloquear conta acaba nesta sexta (21)

>> Confira calendários de todas as parcelas do auxílio emergencial

>> Teve o auxílio emergencial negado? Saiba como contestar via Dataprev 

 

O auxílio emergencial

Instituído em abril, para conter os efeitos da pandemia sobre a população mais pobre e os trabalhadores informais, o programa concede uma parcela de R$ 600 a R$ 1.200 (no caso das mães chefes de família), por mês, a cada beneficiário.

Inicialmente projetado para durar três meses, o auxílio já teve um total de cinco parcelas aprovadas. Ao todo, são 66,4 milhões de pessoas atendidas.

O valor desembolsado pelo governo até agora foi de R$ 161 bilhões, segundo balanço da Caixa Econômica Federal. O pagamento do auxílio emergencial, de R$ 600, tem um custo de R$ 50 bilhões para os cofres públicos.

 

>> Bolsonaro diz que R$ 600 é ''muito'', R$ 200 é ''pouco'' e quer ''meio-termo'' sobre prorrogação do auxílio emergencial

>> Presidente da Câmara fala sobre possibilidade de nova prorrogação do auxílio emergencial

>> Proposta aumenta o público que pode receber auxílio emergencial

>> Veja nova forma de contestar pedido negado do auxílio emergencial

 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.