RECEITA FEDERAL

Receita Federal realiza leilão com itens como videogames e celulares

No leilão da Receita Federal, serão 169 lotes disponíveis, dos mais diversos produtos, com preços abaixo do mercado

Receita Federal realiza leilão com itens como videogames e celulares

As pessoas física e jurídica em dia com os tributos federais devem possuir certificado digital e têm até o dia anterior ao leilão para registrar sua proposta inicial, por lote. - Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

A Superintendência da Receita Federal da 4ª Região Fiscal realiza, no próximo dia 09 de setembro, mais um leilão eletrônico de mercadorias apreendidas.

No total, serão 169 lotes disponíveis dos mais diversos produtos, com arrecadação total prevista de R$ 2.4 milhões.

 

 

Pessoas Físicas e Jurídicas interessadas em compras para revenda terão acesso a lotes com drones, videogames, celulares, notebooks, artigos de informática, equipamentos fotográficos, relógios, perfumes, veículos automotores (atuais e antigos) e uma embarcação.

 

>> Receita Federal prorroga suspensão das ações de cobrança

>> Receita Federal: Veja como realizar atendimento sobre CPF no Telegram

>> Receita abre consulta ao 4º lote de restituição de Imposto de Renda; Saiba se teve declaração liberada

>> Saiba como consultar o Imposto de Renda 2020 e checar se caiu na ''malha fina''

 

Como participar 

As pessoas física e jurídica em dia com os tributos federais devem possuir certificado digital e têm até o dia anterior ao leilão para registrar sua proposta inicial, por lote. 

As maiores propostas em cada lote irão disputar, lance a lance, em uma sala virtual no dia do leilão, conforme regras estipuladas no edital do leilão. A mercadoria arrematada deve ser retirada em até 30 dias.

Para saber mais, você pode ligar para os números (81) 98251-6651 ou (81)99670-3422. Todas as informações estão disponíveis no site da Receita Federal.

O prazo para apresentação das propostas vai do dia 25 de agosto até as 21h do dia 08 de setembro de 2020.

Arrecadação

O dinheiro arrecadado irá para o caixa da União, com posterior distribuição de 40% para a seguridade social e 60% para o Fundo de Desenvolvimento e Aperfeiçoamento da Atividade de Fiscalização (Fundaf).

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.