FLAGRANTE

Bombeiro civil é presa ao tentar repassar notas falsas de R$ 200 em Carpina

A suspeita foi encaminhada para a sede da Polícia Federal, na área central do Recife

Bombeiro civil é presa ao tentar repassar notas falsas de R$ 200 em Carpina

A bombeiro foi autuada pelo crime de introduzir em circulação nota falsa de R$ 200 - Foto: Divulgação/Polícia Federal

Uma bombeiro civil foi presa com notas falsas de R$ 200, em Carpina, na Zona da Mata de Pernambuco. De acordo com a Polícia Federal, o dinheiro estava sendo repassado em uma loja de equipamentos eletrônicos, onde ela teria realizado uma compra no valor de R$ 1 mil. A prisão aconteceu na quinta-feira (01).

‘’Várias dessas notas de R$ 200 tinha numeração repetida e a textura do papel era de uma textura lisa. A Polícia Militar foi acionada, identificou a suspeita e foi até residência dela. apenas de dizer eu não sabia que era falas, ela alega que recebeu de um chefe, que mandou ela ir nessa equipadora para fazer o pagamento. Agora vai passar por audiência de custódia e foi autuada em flagrante por circulação de notas falsas’’, afirmou o chefe de comunicação da Polícia Federal, Giovani Santoro, em entrevista ao Por Dentro com Cardinot.

A Polícia Federal fez uma busca na casa da suspeita e encontrou mais cinco cédulas falsas de R$ 200, além de duas de R$ 20. A bombeiro civil foi  autuada pelo crime de introduzir em circulação nota falsa e encaminhada para Sede da Polícia Federal, na área central do Recife.

Condenação

Se a bombeiro civil for condenada pelas notas falsas de R$ 200, ela pode pegar de três a 12 anos de detenção. Caso seja presa de forma preventiva, a suspeita será encaminhada a Colônia Penal Feminina, onde aguardará pelo julgamento na Justiça. Se não for confirmada, ela responderá em liberdade, de acordo com a Polícia Federal.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.