DECISãO

Justiça nega pedido de donos de escolas e suspensão das aulas presenciais na rede privada é mantida em Pernambuco

A decisão foi do Juiz Hugo Cavalcanti Melo Filho, da Justiça do Trabalho, e as aulas presenciais na rede particular seguem suspensas

Justiça nega pedido de donos de escolas e suspensão das aulas presenciais na rede privada é mantida em Pernambuco

As aulas presenciais seguem suspensas em Pernambuco - Foto: Reprodução/Por Dentro

A suspensão das aulas presenciais da rede privada em Pernambuco foi mantida por decisão do juiz Hugo Cavalcanti Melo Filho, da Justiça do Trabalho, manteve a suspensão das aulas presenciais em escolas da rede privada de Pernambuco. A decisão negou o pedido de retomada das aulas presenciais que havia sido feito pelo Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado de Pernambuco (Sinepe).

Leia mais no JC Online

Aulas presenciais suspensas em Pernambuco

O juiz da 5ª vara da Fazenda Pública da Capital, Augusto Napoleão Sampaio Angelim, determinou a suspensão do retorno das aulas presenciais das escolas estaduais de Pernambuco. A decisão vale até que se adotem medidas necessárias para garantir o direito à saúde dos profissionais de Educação. De acordo com o cronograma do Governo de Pernambuco, as aulas presenciais deveriam ter retornado na terça-feira (06)  com os estudantes do 3º ano do ensino médio. No entanto, o sindicato dos professores da rede privada (Sinpro-PE) entrou com uma ação também na Justiça do Trabalho e conseguiu A decisão favorável para a suspensão das aulas.

Greve dos professores

Os professores da rede estadual de Pernambuco decidiram deflagrar a greve que havia sido decretada no dia 30 de setembro e não retornam para as aulas presenciais. A categoria optou por manter o ensino de forma remota (online). Já os professores da rede privada estão em estado de greve. O Sindicato dos professores do Estado de Pernambuco (Sinpro Pernambuco), inclusive, havia entrado com uma ação civil pública na Justiça para revogar a decisão do governo estadual em retomar as aulas presenciais durante a pandemia do novo coronavírus, apesar dos protocolos de segurança. 

Cronograma das aulas

O Governo de Pernambuco anunciou as datas de retorno das aulas presenciais, começando com os estudantes que estão no 3º ano do ensino médio, a partir do dia 06 de outubro, do 2º ano para o dia 12 de outubro e 1º ano no dia 20 de outubro. As aulas presenciais para as crianças seguem proibidas para rede pública quanto para a rede privada. Com isso, os alunos (as) continuam com aulas de forma online, através da internet. 

>>Governo de Pernambuco vai recorrer da decisão judicial que suspendeu o retorno das aulas presenciais

De acordo com o secretário de educação de Pernambuco, Fred Amancio, o retorno é opcional, ou seja, os pais decidem se vão deixar seus filhos, menores de idade, retornarem as aulas presenciais. A volta das aulas já estavam autorizadas para o ensino superior e cursos técnicos, com protocolos de segurança contra o novo coronavírus. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.