MORTE

Detento morre na Penitenciária Professor Barreto Campelo, em Itamaracá

De acordo com a Seres, o caso da Penitenciária Professor Barreto Campelo foi encaminhado à delegacia e a Polícia Civil vai investigar o caso

Detento morre na Penitenciária Professor Barreto Campelo, em Itamaracá

Penitenciária Barreto Campelo, em Itamaracá - Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Um detento foi morto na Penitenciária Professor Barreto Campelo, em Itamaracá, no Litoral Norte de Pernambuco. De acordo com a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), algumas pessoas não identificadas estavam arremessando materiais, não foi informado quais, e o detento foi pegar os objetos na área de segurança, considerado proibido, quando a guarda externa disparou contra ele. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos. O caso aconteceu na tarde desta quarta-feira (21). A Polícia Civil vai investigar o caso.

Nota da Seres na íntegra

A Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) informa que foi registrada, na tarde desta quarta (21.10), uma ocorrência na Penitenciária Professor Barreto Campelo (PPBC), em Itamaracá. No momento em que indivíduos arremessavam ilícitos por cima do muro, um preso, na tentativa de pegar o material, invadiu a área de segurança da unidade sendo necessário a guarda externa (formada por PMs) efetuar disparos de arma de fogo, bem como, revidar a disparos provenientes da área externa da PPBC. O detento foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. A Seres informa que o fato será encaminhado à delegacia para providências cabíveis.

Outros casos em presídios

Em setembro, um detento morreu e outros cinco ficaram feridos, durante uma briga com uso de arma de fogo, dentro do Presídio Marcelo Francisco de Araújo (Pamfa), que fica no complexo prisional do Curado, antigo Aníbal Bruno. Os tiros foram disparados no pavilhão C.

Já em agosto, também no complexo prisional do Curado, cinco detentos ficaram feridos durante tiroteio. Os disparos teriam sido efetuados durante uma briga entre detentos do Presídio Fei Damião de Bozzano.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.