TRAGéDIA

Paciente com covid-19 morre durante transferência após incêndio em hospital no Rio de Janeiro

O Corpo de Bombeiros já controlou o incêndio no Hospital Federal de Bonsucesso, vinculado ao Ministério da Saúde

Paciente com covid-19 morre durante transferência após incêndio em hospital no Rio de Janeiro

Militares fizeram trabalho de rescaldo do incêndio e dispersão de fumaça - Foto: Reprodução Twitter/Centro de Operações Rio

Com informações da Agência Brasil

Um incêndio atingiu, nesta segunda-feira (27), o Prédio 1 Hospital Federal de Bonsucesso (HFB), vinculado ao Ministério da Saúde (MS), que fica na Zona Norte do Rio de Janeiro. De acordo com o Corpo de Bombeiros, uma mulher que estava em tratamento contra a covid-19 morreu devido ao incêndio. Ela chegou a ser transferida para outra unidade, mas não resistiu. Segundo o Ministério da Saúde, 162 pacientes foram transferidos do Prédio 1, para o Prédio 2, do HFB. Outros três pacientes foram transferidos para outros hospitais locais.

Incêndio controlado

O incêndio teria começado no almoxarifado, que fica no subsolo do edifício atingido. O principal foco de incêndio no Prédio 1 do Hospital Federal de Bonsucesso está controlado. De acordo com o porta-voz do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Lauro Botto, os militares fazem agora um trabalho de rescaldo e dispersão da fumaça. O incêndio começou no meio da manhã de hoje (27) e teria iniciado em um depósito de fraldas no almoxarifado, que fica no subsolo do prédio 1. 

“A nossa maior preocupação era não deixar que o incêndio se propagasse para outras unidades aqui do hospital e conseguimos. O incêndio se manteve exclusivamente no prédio 1. A gente não teve propagação para outros prédios. Tanto a estrutura quanto o funcionamento de outras unidades aqui do hospital estão funcionando normalmente”, disse.

Pacientes com covid-19

De acordo com o tenente-coronel, cerca de 200 pacientes tiveram que ser removidos da enfermaria do prédio 1. Cerca de 170 foram alocados em outros prédios do próprio hospital. Outros 25, em estado mais grave, tiveram que ser transferidos para outras oito unidades hospitalares da cidade. Dos pacientes transferidos, oito estão com covid-19.

O hospital

O HFB é vinculado ao Ministério da Saúde e fica na região metropolitana da cidade, num local estratégico próximo a Avenida Brasil, ligando a cidade do Rio com demais cidades do Estado, principalmente a Baixada Fluminense, o que faz do hospital uma referência em serviços de média e alta complexidade a toda a população do estado.

Trata-se do maior hospital da rede pública do Estado do Rio de Janeiro em volume geral de atendimentos mensais, com cerca de 15 mil consultas ambulatoriais, 1,3 mil internações, 1,2 mil atendimentos de emergência, 120 mil exames laboratoriais e 5 mil exames de imagem. O HFB possui uma equipe de mais de 5 mil funcionários. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.